A pandemia mudou completamente os anos letivos desde 2020. Por um lado, exigiu adaptação das escolas com o ensino virtual, por outro possibilitou a realização de reformas das instituições de ensino em Jaraguá do Sul.

Enquanto ocorriam as aulas virtuais, a Secretaria Municipal de Educação investiu em reformas nas escolas. Segundo a secretária de Educação Ivana Atanásio Dias, foram investidos mais de R$ 4,4 milhões, somente no primeiro trimestre de 2021.

Muitas escolas do município foram construídas há mais de 30 anos, por isso foram necessárias reformas em parte destes estabelecimentos de ensino.

Reformas já concluídas

As reformas foram ainda mais necessárias após o ciclone bomba atingir Jaraguá do Sul no dia 30 de junho do ano passado.

 

Este é o caso da Escola Municipal Rodolpho Dornbusch, Vila Lalau, que durante o período das aulas virtuais, realizou reformas em toda a sua estrutura.

A obra que foi concluída em fevereiro deste ano, contempla novo telhado para a quadra de esportes, prevenção contra infiltrações e rachaduras, nova rede elétrica e de internet, pintura por toda a instituição, revitalização da fachada, ampliação da sala de professores.

Uma estratégia utilizada, não só na Rodolpho Dornbusch, mas nas demais escolas do município, são as telhas transparentes nos corredores, fazendo uso da luz solar para iluminação do colégio.

Foto Divulgação/PMJS

O valor total do investimento na obra foi de R$ 2.040.380,03.

O mesmo aconteceu na Escola Max Schubert, Três Rios do Norte, que foi feita a cobertura e ampliação da área de recreação, elevador para deficientes físicos, revitalização do estacionamento, fachada da escola, pintura em todo o prédio, nova instalação de rede elétrica e de internet e a nova biblioteca.

Foto Divulgação/PMJS

A Escola Max Schubert recebeu investimento da Secretaria de Educação de R$ 2,39 milhões.

Já a Escola Antônio Ayroso, Barra do Rio Cerro, recebeu obras na quadra de esportes, corredores, pátio e redes de internet para receber os alunos na volta às aulas.

Foto Divulgação/PMJS

As melhorias foram realizadas no início deste ano, com investimento de cerca de R$ 270 mil pela Secretaria de Educação.

E na Escola Ricieri Marcatto, Rio Cerro I, recebeu investimento de R$ 1,8 milhão. Ao todo a escola ganhou 688m² de estrutura.

Além disso, a unidade conta com novo jardim, lavanderia, ampla cozinha, reforma da quadra de esportes, que agora conta com novos banheiros com acessibilidade também.

Foto Divulgação/PMJS

"Foram gastos mais de R$ 3 milhões apenas nas escolas de ensino fundamental no primeiro trimestre deste ano", informou a secretária.

Centros de Educação Infantil

Os Centros Municipais de Educação Infantil (CMEIs) de Jaraguá do Sul também receberam reformas neste ano.

"Somente nos centros de educação infantil, foram investidos aproximadamente R$ 1,2 milhão", conta a secretária Ivana.

As obras na CMEI Gertrudes Kanzler, Vila Lenzi, contemplam novos equipamentos e móveis para a cozinha e refeitório, rede elétrica, que antes não suportava os condicionadores de ar e coifa da cozinha ligados ao mesmo tempo.

Também foram reformados os banheiros, que agora conta com uma privada acessível a deficientes, além do parquinho para diversão das crianças.

Foto Divulgação/PMJS

O valor investido nas obras é de R$ 402 mil.

Outros sete CMEIs receberam reformas recentemente também, confira a lista:

  • CMEI Carlo Andrei Emmendoefer (Barra do Rio Molha) - pintura, troca de pisos, reforma em toldo – R$ 38,5 mil
  • CMEI Marcio Mauro Marcatto Filho (Tifa Martins) – lavação do telhado, troca de grades do portão e adequação da entrada - R$ 15 mil
  • CMEI Cecília Karsten (João Pessoa) - troca de pisos - R$ 11,8 mil
  • CMEI Elza Behling Grossklags (Ilha da Figueira) - troca da rede elétrica e do padrão de energia - R$ 19,4 mil
  • CMEI Rui Kroeger (Rio da Luz) - aquisição de toldo, troca de grades e portão da entrada, drenagem do parque infantil para aplicação de grama sintética - R$ 32,9 mil
  • Pré Escolar Eliane Welk (Vila Lenzi) - troca de janelas e troca de pisos - R$ 18 mil
  • CMEI Maria Mokwa (Braço do Ribeirão Cavalo) - troca de escada de acesso à caixa-d'água e troca de pisos e rodapés - R$ 22,2 mil

 

Projetos em licitação

A secretária de Educação Ivana Atanásio Dias, informou também que muitos outros projetos para obras e melhorias nas unidades municipais de educação estão em processo de licitação.

Já está em andamento a licitação das obras de reforma da escola Albano Kanzler, Nova Brasília, que vai custar mais de R$ 7 milhões e a reforma e ampliação da Rita de Cássia, antigo Dente de Leite, que vai custar aproximadamente R$ 3,3 milhões.

E também construção do CMEI no bairro Rio Cerro ||, que vai custar cerca de R$ 3,7 milhões e também a construção do CMEI Alvina Karsten, Três Rios do Sul, que vai custar cerca de R$ 4 milhões.

"Totalizando já em licitação serão investidos em torno de R$ 18,5 milhões em escolas. São projetos concluídos que estão aguardando o momento em que o momento em que a vencedora do certame inicie as obras", conclui Ivana.

E estão em andamento projetos para a reforma completa da escola Helmuth Guilherme Duwe, Rio da Luz. Também está prevista a reforma da escola Padre Alberto e ampliação e reforma da escola Vitor Meirelles, Três Rios do Norte.

 

Equipamentos de tecnologia

Em março deste ano, foram investidos também R$ 452 mil para a compra de 150 Chromebooks para uso de assessores pedagógicos e pelos coordenadores pedagógicos que atuam em escolas e nos Centros de Educação Infantil.

Além disso, a Secretaria de Educação está finalizando um processo licitatório de em torno de R$ 3,3 milhões de reais para a compra de 600 computadores que serão distribuídos nas 61 escolas e CMEIs do município para uso exclusivo dos professores para planejamento das atividades pedagógicas.