O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés (PSL), surpreendeu ao anunciar em sua conta no Twitter de que um projeto de lei (PL) será encaminhado para a Assembleia Legislativa (Alesc) aumentando o piso salarial dos professores de R$ 2,8 mil para R$ 5 mil. A proposta visa alcançar também 18 mil trabalhadores temporários. (ACTs).

 

 

Se aprovada pelos deputados, o novo piso cintará cerca de R$ 400 milhões apenas este ano. Conforme o secretário de Educação, Luiz Fernando Vampiro, haverá um grupo de trabalho que vai detalhar todo o plano de carreira da categoria com impacto a partir de 2022.