As reclamações eram muitas: empresários, comerciantes – principalmente do Mercado Público Municipal -, motoristas, vereadores e até dos usuários do transporte coletivo. Foram tantas, que desta vez não deu para a Prefeitura de Joinville sustentar a mudança no trânsito da avenida Beira-Rio entre o Museu do Sambaqui e o Mercado Municipal. Nesta semana, o executivo confirmou que irá voltar atrás, e desfazer as alterações na pista que liga a zona Sul à região Norte de Joinville.

Leia mais: Três comércios fecham as portas no Mercado Municipal devido à queda do movimento motivada por alterações no trânsito

Desde abril de 2016, os motoristas que seguiam da zona Sul em direção aos bairros da zona Norte pela avenida Procópio Gomes, eram obrigados a contornar a região do Mercado Municipal, passando pelas ruas Ricardo Stam Gomes, Cachoeira, Aubé e, então, acessar a avenida Hermann August Lepper. A medida era justificada pela Prefeitura de Joinville como fundamental para otimizar o transporte coletivo.

Agora, o executivo chegou à conclusão de que o número de ônibus que passam por ali é reduzido e vai desfazer a mudança do trânsito. Com a volta dos veículos na avenida Dr. Paulo Medeiros (Beira-Rio), a rua Itajaí deve recebe um corredor de ônibus.

Segundo a Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Joinville, ninguém fala sobre a mudança, porque ela só deve acontecer depois que for implementada a alteração no cruzamento das ruas Ottokar Doerffel com a Otto Parucker/Gothard Kaesemodel (acesso à avenida Marquês de Olinda), que entra em operação no dia 1º de junho. Esta mudança viária também já causa polêmica, conforme divulgou o OCP Joinville na semana passada.

Leia mais: “O trânsito vai dar um nó”, diz moradora do Atiradores

Medida no Centro repercute

Veja o que pensam alguns moradores de Joinville sobre a mudança do trânsito na avenida Dr. Paulo Medeiro (Beira-rio), anunciada pela Prefeitura.

Valmir Santhiago | Foto Windson Prado/OCP Joinville

“Nós, comerciantes do Mercado Municipal, não esperávamos por uma notícia tão boa. Com certeza esta mudança vai ajudar na retomada do movimento do Mercado que ficou bem prejudicado quando o trânsito foi desviado lá em 2016. Com certeza a fluidez no tráfego entre zona Sul e Norte será maior com a liberação de veículos na faixa Norte”Valmir José Santhiago Jr, comerciante.

Rodrigo Coelho | Foto Nilson Bastian/CVJ

“Antes tarde do que nunca, já faz mais de dois anos que percebemos que a mudança não deu certo. Temos que aplaudir a decisão, mas também nos preocupa como será feito corredor de ônibus na rua Itajaí. E mais, temos que acompanhar como será o funcionamento de outra mudança entranha no trânsito que a Prefeitura está fazendo, lá na Ottokar Doerffel”, Rodrigo Coelho, vereador.

Diego da Costa | Foto Arquivo Pessoal

“Vai piorar muito para quem anda de ônibus. Quando se fala na volta dos coletivos da rua Itajaí, temos que lembrar que ela está em obras, aquelas do rio Mathias. Além disso, há um estreitamento complicado no cruzamento das ruas Itajaí e Abdon Batista. Será que vai ter corredor lá também? Ali precisa ser feito obras, talvez um corredor de ônibus de mão dupla, que acesse a rua Aubé, ao lado da Prefeitura fosse a melhor solução. Esperamos que os ônibus que seguem para a zona Leste também não fiquem parado nos congestionamentos, como ocorria anteriormente. Vai melhorar paras os carros, sim, mas temo o martírio dos atrasos para quem usa o transporte público”, Diego Felipe da Costa, turismólogo e técnico em gestão de mobilidade urbana.

Saiba mais | Veja na íntegra a nota enviada pela Prefeitura de Joinville

A Prefeitura de Joinville avalia a possibilidade de alertar o trânsito na região da Beira-rio (av. Dr. Paulo de Medeiros e Dr. Albano Schulz). A ideia é retornar a via, que se encontra atualmente como corredor exclusivo de ônibus, para atender o fluxo de automóveis que seguem da região Sul para o Norte. Com isso, não haverá mais a necessidade de fazer o acesso, na área do Mercado, para seguir na direção Norte, via rua Aubé. A implantação desta mudança ainda não tem prazo para ser executada. A prioridade da Prefeitura no momento é implantar as alterações de trânsito no cruzamento da rua Ottokar Doerffel com a Marquês de Olinda, previstas para serem colocadas em pratica no dia 1 de junho.

Quer receber notícias no WhatsApp? Clique aqui