Para Moretti, judicialização é uma alternativa às necessidades dos cidadãos | Foto Arquivo/ Eduardo Montecino/OCP News
Para Moretti, judicialização é uma alternativa às necessidades dos cidadãos | Foto Arquivo/ Eduardo Montecino/OCP News

No começo de março, o prefeito de Jaraguá do Sul, Antídio Lunelli, autorizou uma medida que deve melhorar uma das maiores solicitações dos jaraguaenses. Cinco novos médicos do último processo seletivo estão sendo chamados para melhorar a atenção básica de saúde do município.

O primeiro profissional contratado começou a trabalhar no dia 4 de março. Maurus Jurgen Weege Júnior, de 23 anos, é natural de Jaraguá do Sul e se formou na Fundação Universidade Regional de Blumenau (Furb).

 

Eles está atuando na unidade de saúde do bairro Estrada Nova. Porém, nos primeiros dias de trabalho, cobriu um médico no posto de saúde da Barra do Rio Cerro.

De acordo com secretário Municipal de Saúde, Alceu Gilmar Moretti, os outros quatro profissionais ainda estão em fase de contratação e devem iniciar as atividades até o dia 15 deste mês. Eles vão atuar nos postos dos bairros Jaraguá 84, Santa Luzia, Chico de Paulo e Três Rios do Norte.

Moretti relata que os médicos vêm para suprir uma demanda grande na atenção básica, desafogando as consultas e, consequentemente, melhorando o atendimento. "Nosso objetivo é que tenhamos médicos atuando 40 horas por semana em todos os postos do município", destaca.

O secretário aponta que o número ideal seria de oito médicos. Assim, além dos cinco que estão sendo contratados, mais três profissionais devem ser chamados futuramente. "Temos unidades menores que suportam uma carga horária menor, mas o ideal seria vir mais", acredita.

Todos os cinco médicos estarão cumprindo 40 horas semanais com uma remuneração mensal de R$ 15.832,00, mais a insalubridade de R$ 199,60.

"Pouco a pouco, vamos preenchendo as lacunas e demandas existentes no município", relata.

Além das contratações dos novos médicos, a Prefeitura também liberou um investimento de aproximadamente R$ 1,2 milhão para mutirões. Moretti afirma que serão 1,5 mil pequenas cirurgias e 6 mil exames. "As áreas mais atendidas serão ortopedia e ginecologia. Essa medida vai tirar cerca de 1,5 mil pessoas da fila de espera", afirma.

Investimento na atenção básica

Segundo Moretti, investir na atenção básica é fundamental para evitar problemas futuros e diminuir os gastos dos jaraguaenses com doenças. "A prevenção é um dos pontos principais", enfatiza.

O secretário ressalta que saúde é uma das prioridades da Prefeitura e afirmou que até o fim de 2019 Jaraguá do Sul vai melhorar muito as condições nesse quesito, oferecendo um atendimento melhor e diminuindo o tempo de espera.

"Quando assumi a pasta, coloquei como meta principal agilizar os trabalhos realizados nas unidades de saúde. Essas contratações vêm ao encontro desse objetivo", ressalta.

Moretti ainda destaca que os médicos que precisaram cobrir uma lacuna nos últimos meses estarão voltando integralmente às suas unidades. "Eles tiveram que fazer 20 horas em cada posto", diz.

Concurso público

O secretário de Administração de Jaraguá do Sul, Argos Burgardt, disse o município será obrigado a abrir um concurso público em 2019. "Precisamos ocupar as vagas que estão preenchidas com agentes temporários", destaca.

A prefeitura está fundamentalizando esse processo, realizando um levantamento dos agentes temporários de saúde para depois ir ao tribunal de contas. "Hoje, temos mais de 500 ACTs e muitos estão ocupando outras funções, por isso precisamos levantar tudo", explica.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?