A prefeitura de Florianópolis aguarda a finalização do projeto de Estudo Ambiental Simplificado (EAS) para iniciar os pedidos de licenciamento ambiental junto Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), além do aval da Superintendência do Patrimônio da União (SPU) e da Capitania dos Portos, para executar os alargamentos das praias de Ingleses, Jurerê e Armação.

Os projetos seguem o exemplo já finalizado em Canasvieiras e em execução em Balneário Camboriú.

Conforme informações da secretaria municipal de Infraestrutura e Mobilidade, a estimativa é de que a obra nos Ingleses fique em R$ 20 milhões; em Jurerê, em R$ 18 milhões; e na Armação, R$ 10 milhões.

 

 

Depois da apresentação da EAS, as próximas etapas são a aquisição da licença prévia (LAP) ea licença de instalação (LAI), que autoriza a atividade de dragagem da jazida e disposição do material na praia a ser alimentada.

A expectativa é receber as licenças até março do ano que vem. No mesmo mês, os projetos devem ser licitados. A ordem de serviço, considerando esse cronograma, deve ser emitida em agosto. A execução dos projetos deve ser de 120 dias.

A projeção é de entrega dos alargamentos das praias em novembro de 2022.