Após o fato ocorrido na última sexta-feira (13) no Centro de Educação Infantil (CEI) Abelhinha Feliz, no bairro Areado, em Ibirama, no Alto Vale do Itajaí, onde uma criança de pouco mais de dois anos foi deixada dentro da sala de aula após o expediente, o corpo pedagógico da Secretaria de Educação de Ibirama fez a revisão das rotinas de recebimento e encaminhamento das crianças após o início e término das aulas, seja para os pais, responsáveis ou para o transporte escolar.

Uma medida de aprimoramento que já foi adotada é referente a lista de presença, que era checada por apenas um profissional de educação e passará a ser verificada também pelo motorista do transporte escolar, tanto na chegada quanto na saída dos alunos.

“Com esta verificação dupla evitaremos que fatos como este se repitam”, explicou a secretária de Educação do município, Marilene Collet Krause.

Em relação a investimentos estruturais de segurança o município implantará câmeras de videomonitoramento em todas as salas voltadas ao atendimento da Educação Infantil. Marilene explica que este investimento trará um retorno importante para a rede municipal de ensino de Ibirama.

“Nosso objetivo é permitir que estas imagens sejam monitoradas pela equipe gestora da unidade de ensino e também da Secretaria de Educação, proporcionando mais segurança aos alunos, como também, aos profissionais de educação”, destacou.

A secretária lembrou ainda que 80% dos alunos da rede municipal de ensino de Ibirama utilizam transporte escolar gratuito e que o serviço se estende também aos bebês da educação infantil.

“Todo este serviço é realizado, pois há sensibilidade da administração em relação a esta demanda. Não é uma obrigação institucional do município ofertar transporte escolar aos bebês, mas sabemos que esta é uma necessidade de muitos pais e é por isso que acumulamos esta responsabilidade e este investimento”, destacou.

Em relação ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB), que mede os níveis de qualidade do ensino nos municípios do Brasil, Ibirama teve avanços significativos nos dados divulgados em 2020, quando o município alcançou o segundo melhor IDEB nos anos finais, que compreende as turmas do 6º ao 9º ano e terceiro nos anos iniciais, que compreende as turmas do 1º ao 5º ano, em comparação aos 28 municípios da região do Alto Vale do Itajaí.

Professora será afastada da sala de aula

Em reunião realizada na manhã desta terça-feira, 17, no gabinete do Centro Administrativo Ivo Muller, ficou definido que o fato de sexta-feira será apurado por meio de uma sindicância interna, para que sejam identificados os atores envolvidos no incidente. “Queremos analisar a situação como um todo, envolver também os outros profissionais do CEI para que durante esta sindicância possamos identificar eventuais falhas de rotina escolar para corrigi-las, como também, evitar que ocorram injustiças”, destacou Marilene.

Posteriormente, será aberto um Processo Administrativo Disciplinar (PAD) que determinará as medidas que serão adotadas em relação ao profissional envolvido no fato.

“Enquanto todo o processo de sindicância é realizado, a professora permanecerá afastada da sala de aula”, explicou a secretária.

Tanto a sindicância quanto o processo administrativo são normativas legais que precisam ser adotadas pelo município em situações como esta.

A família da criança deixada na sala de aula está recebendo todo o suporte necessário do município.

*Com informações de assessoria de imprensa.