Desde as primeiras horas desta sexta-feira (14), o Sindicato dos Empregados nas Empresas Permissionárias do Transporte Coletivo Urbano de Blumenau (Sindetranscol) realiza uma paralisação no transporte coletivo da cidade. A greve é parcial e abrange 10% dos trabalhadores, conforme determinação judicial, atingindo apenas as linhas do Terminal do Garcia, exceto a Troncal 10, que circula normalmente entre os terminais Aterro e Garcia.

Por conta da paralisação, motoristas relatam congestionamento intenso no trânsito do município, sobretudo na região Sul, em ruas como Hermann Huscher e Amazonas. Para amenizar a situação, a Prefeitura de Blumenau liberou o uso de todos os corredores de ônibus para veículos, com exceção ao corredor da rua 2 de Setembro. Além disso, houve reforço das operações da Guarda Municipal de Trânsito em toda a cidade, especialmente no Garcia.

Os trabalhadores do transporte coletivo entraram em estado de greve no último dia 5, alegando insatisfação com a suspensão das negociações do acordo coletivo de trabalho, que deveria ter sido fechado até 1º de novembro do ano passado, de acordo com o sindicato.

 

 

Entre os pleitos apresentados pelo Sindetranscol, estão o reajuste do vale-alimentação com índice superior ao INPC (2,55%), pagamento de Participação de Lucros e Resultados (PLR), mudança da data-base e alteração de nomenclatura dos cobradores para agentes de bordo.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul