Em Tubarão, no Sul de Santa Catarina, um homem de 36 anos conheceu o filho depois de ficar quatro meses internado por conta da Covid-19. O primeiro encontro do pai com o filho aconteceu no fim de julho, quando Gilmar Wenz ganhou alta.

Gilmar ficou internado os quatro meses no Hospital Nossa Senhora da Conceição. Enquanto estava intubado, a companheira Tayse Melo Candido, ganhou Guillermo. Ele é o segundo filho de Gilmar, que tem uma filha de 8 anos de outro relacionamento.

Foto: Hospital Nossa Senhora Da Conceição/Reprodução

"Estou muito feliz de poder abraçá-lo. Estou feliz por estar vivo. Sentimento de gratidão. Eu renasci. [O dia dos pais] será uma emoção dupla, por eu ser pai e por ele completar quatro meses no mesmo dia", disse Gilmar.

Ele conta que um encontro para ver o filho, de uma distância segura, foi programado pela equipe do hospital, mas teve que ser cancelado por três vezes.

"Para mim foi muito impactante essa questão de querer ver e pegar ele e não poder. Covid não é brincadeira, é coisa séria. E ela só não me levou porque Deus é maior", afirma.

Enquanto estava na UTI, fotos do Guillermo foram colocadas perto dele.

"A psicóloga do hospital pediu umas fotos para a minha irmã e botou do lado da minha cama, mesmo estando desacordado. Quando sai da UTI, minha esposa começou a mandar muitas fotos dele", disse.

Foto: Hospital Nossa Senhora Da Conceição/Reprodução

Internação

Segundo o hospital, após contrair a Covid-19, Gilmar foi internado no final de março com cerca de 90% dos pulmões comprometidos, o quadro clínico era considerado grave.

Ele recebeu alta da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no dia 4 de maio, mas precisou ficar internado na unidade de saúde em consequência das sequelas que a doença deixou, como infecções.

Durante esse tempo, a possibilidade de visita foi gradualmente liberada, porém o bebê tinha poucos meses de vida, a ida dele até o hospital não era recomendada.

Gilmar conta que ainda tem que tomar remédios e precisará de acompanhamento para se reabilitar da doença em casa.

"Estou na casa dos meus pais para a reabilitação. Nossa comemoração vai ser dupla, com o meu pai e meu filho", disse.

 

Receba notícias no seu celular