A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe Influenza começou no dia 23 de março em todo o país. De acordo com orientação do Ministério da Saúde, na primeira fase, que segue até o dia 15 de abril, a imunização deve ser priorizada em idosos e profissionais da saúde.

A estratégia de vacinação traçada pelo governo federal ocorre por fases, públicos prioritários e datas. Em virtude da pandemia pelo coronavírus, o Ministério da Saúde alterou a ordem e as categorias de alguns grupos.

Na segunda etapa da campanha, que inicia no dia 16 de abril, o órgão incluiu a vacinação de caminhoneiros, motoristas de transporte coletivo e portuários, a fim de resguardar o funcionamento dos serviços públicos e atividades essenciais. Nesta fase, também serão vacinados profissionais das forças de segurança e salvamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e presidiários.

 

 

Já na terceira etapa, que começa em 9 de maio, o Ministério da Saúde definiu pela vacinação de professores das escolas públicas e privadas, crianças de 6 meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), povos indígenas, adultos de 55 a 59 anos de idade e pessoas com deficiência.

A vacina contra a gripe não imuniza a população contra o coronavírus, mas é uma das estratégias adotadas pelo governo federal para ajudar no diagnóstico do Covid-19, uma vez que os sintomas das doenças são semelhantes.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Telegram Jaraguá do Sul