Todos os dias quem passa pela estrada encontra um motorista parado, trocando o pneu estourado pelos buracos | Foto Divulgação

Todos os dias quem passa pela estrada encontra um motorista parado, trocando o pneu estourado pelos buracos | Foto Divulgação

Passaram-se dois governos Raimundo Colombo (PSD) e um governo Eduardo Pinho Moreira (MDB) e nenhum deles conseguiu resolver de forma efetiva os problemas da principal estrada que liga a BR-101 ao Distrito Industrial Norte de Joinville. Ela também é chamada de rodovia A101A. As crateras pela rua Hans Dieter Schmidt se multiplicam desenfreadamente, causando acidentes e muitos, muitos prejuízos aos motoristas.

Por pelo menos duas vezes neste ano, a equipe de reportagem da Rede OCP News esteve no local e pode comprovar que as reclamações de motoristas, principalmente nas redes sociais refletem uma triste realidade. O descaso do governo do Estado com Joinville.

A rodovia tem cerca de três quilômetros e uma infinidade de buracos. Ao longo do acostamento, que assim como a sinalização vertical é precário, ficam os restos de pneus que não resistem á estrada, que mais parece um queijo suíço.

Nesta segunda-feira (4) mais um motorista perdeu o pneu ao cair em um dos buracos.

“A estrada parece mais uma rua de rali. Ao desviar de um buraco caímos em outro e assim vamos perdendo calotas, pneus e rodas pelo caminho”, disse um empresário que trocava o pneu estourado pela manhã.

Ele relata também que é grande a quantidade de pneus e rodas danificadas pelos buracos ao logo da rodovia. O mato alto também denúncia que a manutenção é precária.

Contraponto | Deinfra

O Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura a) informa que estão sendo realizados serviços de manutenção ao longo do acesso ao Distrito Industrial. Nesta semana será executada mais uma operação de tapa buraco no trajeto da rodovia A101A.

Com relação a obra de duplicação do trecho, está incluída em um pacote de financiamento em negociação junto ao BNDES. Mas a aprovação depende da capacidade de endividamento do Estado de Santa Catarina. Paralelamente, a licitação foi retomada e terá propostas abertas na Secretaria de Estado de Infraestrutura no dia 5 de dezembro. Há sete empresas habilitadas para a obra orçada em R$ 50 milhões.

Leia mais:

Buracos se multiplicam em Rodovia do Distrito Industrial de Joinville

Duplicação do acesso ao Distrito Industrial de Joinville segue indefinida