Os grupos de proteção acolhem muitos animais saudáveis, mas também se deparam com todo o tipo de negligência e violência.

Pets maltratados ou portadores de necessidades especiais são abandonados e exigem cuidados especializados.

Assim, o trabalho dos protetores também é zelar para que, após recuperados, sejam adotados por tutores responsáveis e cientes de suas limitações, se houverem.

 

 

Os pets adotados estão tendo a chance de uma nova vida. E essa etapa requer zelo pelo bem-estar animal, que certamente fará o possível para retribuir o carinho recebido.

Aqui, os “aumigos” disponíveis com a Gang dos Patinhas Poverellos para adoção.

Cães disponíveis

Cão branco com manchas pretas e marrons e cão preto
Manchinha (E) e Quazar | Foto Divulgação/Gang dos Patinhas

  • Manchinha, macho, castrado e vacinado, em torno de 3 anos. Não confia em homens e crianças, mas se dá bem com outros animais. Carinhoso, mas medroso e desconfiado. Foi resgatado após ter sido pendurado em uma árvore e espancado. A adoção requer paciência do adotante, para que Manchinha volte a confiar no ser humano. Lindo e saudável, ele ama passear. Contato com Flávia pelo (47) 98495-9772.
  • Quazar, macho, porte médio, tem cerca de 2 anos, castrado e vacinado. Mais informações com a voluntária Flávia - (47) 98495-9772.

Filhote de cachorro preto com manchas marrons e cadela preta
Macho de 41 dias (E) e fêmea de 5 anos | Foto Divulgação/Gang dos Patinhas

  • Macho, porte médio, desverminado, poderá ser entregue quando completar 45 dias (15 de agosto). Mais informações com Kelly - (47) 98865-0943.
  • Fêmea, 5 anos, porte médio, castrada e vacinada. Foi resgatada em março de 2018 de um canil clandestino, onde vivia presa em uma corda minúscula. Mais informações com a voluntária Kelly - (47) 98865-0943.

Filhotes de cachorro marrons com manchas escuras
Macho (E) e fêmea | Foto Divulgação/Gang dos Patinhas

  • Macho, porte médio, desverminado, poderá ser entregue quando completar 45 (15 de agosto). Mais informações com Kelly - (47) 98865-0943.
  • Fêmea, porte médio, desverminada, poderá ser entregue quando completar 45 (15 de agosto). Mais informações com Flávia - (47) 98495-9772.

A Gang dos Patinhas não possui local físico e depende de lares temporários (casas de pessoas da comunidade) para acolher os pets resgatados.

Em julho deste ano, atingiu o número de 101 animais sob sua responsabilidade. O grupo não possui condições de manter a todos e precisa da ajuda da comunidade.

Ajude a Gang dos Patinhas

Existem várias maneiras de ajudar o grupo de proteção:

  • Boletos para redução do débito no hospital veterinário Duhan Tamys nos valores de R$ 50, R$ 75 e R$ 100 - contato via WhatsApp com Kelly: (47) 98865-0943;
  • Picpay - @gang.dos.patinhas;
  • Conta bancária - Banco Viacredi - 085, Agência - 0101, Conta: 1074 7567, Cristiane Regina Murara Nogath.
  • Bazar online @gang.bazar, onde diariamente são postados acessórios, roupas, sapatos, livros, produtos personalizados e muito mais.
  • Campanha de arrecadação de tampinhas de água, refrigerante, produto de limpeza, produtos de higiene (pasta de dente, shampoo), de potes, entre outros semelhantes, desde que sejam de plástico. Lacres de alumínio também serão recolhidos, porém, devem ser guardados separados das tampinhas plásticas.

Os eventos da Gang estão suspensos, portanto, toda a ajuda é bem-vinda. Acompanhe o trabalho pelas redes sociais, no Facebook e Instagram.