O brasileiro Mateus Isaac e a venezuelana Carenys Salazar conquistaram os títulos do 2019 ISSO IFCA South American Slalom Championship, o maior evento de windsurf das Américas encerrado neste domingo (3) em Palhoça (SC). Durante dois dias, mais de 30 velejadores de quatro países disputaram baterias com ventos acima dos 20 nós na raia da Praia da Ponta do Papagaio.

As previsões para o domingo se confirmaram e o vento Sul que chegou acompanhado de nuvens escuras ameaçadoras começou a soprar forte às 11h, deixando a raia mexida, com pequenas ondas. A comissão de regatas entrou em cena e montou um percurso mais curto, porém mais próximo da praia, o que possibilitou que o público pudesse sentir a emoção das disputas na raia.

Matheus Isaac foi campeão | Foto Gabriel Heusi/Heusi Action

Favorito ao título, o paulista Mateus Isaac voltou a vencer todas as baterias para faturar o titulo. O brasileiro ocupa a nona posição do ranking mundial e já retorna para São Paulo para embarcar rumo a Nova Caledônia, palco da última etapa do circuito mundial da PWA." Estou muito feliz, venci todas as baterias e ainda pudemos várias o material, usando vela média e grande nos dois dias", declarou Isaac.

Segundo colocado na classificação geral, o catarinense Wilhelm Schurmann foi o campeão da divisão Master, para velejadores acima dos 40 anos.

Carenys Salazar faturou o bicampeonato | Foto Gabriel Heusi/Heusi Action

No feminino, a venezuelana Carenys Salazar conquistou o bicampeonato sul-americano. A velejadora de Isla Margarita já havia sido campeã em 2016 em Aruba E foi imbatível na Ponta do Papagaio. "Foi muito bom. Para dizer a verdade achei que seria muito mais difícil", disse Carenys. O segundo lugar ficou com a brasileira Bruna Martinelli, e a também brasileira Giovanna Prada ficou em terceiro lugar.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger