Foto Lucas Pavin/Avante! Esportes
Foto Lucas Pavin/Avante! Esportes

O basquete adulto de Jaraguá do Sul não deve ter mudanças bruscas de rumo até o fim da temporada. Com projetos reativados recentemente, as equipes masculina e feminina sonham em alcançar voos maiores a nível estadual e nacional.

Porém, esbarram em um cenário comum para muitas modalidades na cidade, que é a falta de investimento.

No momento, os recursos são todos provenientes da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, que banca as despesas com transporte, alimentação e arbitragem da Federação Catarinense, além do auxílio do Bolsa Atleta.

Sem o desejado caixa para fazer contratações neste início de ano, as categorias focam na utilização do que tem de melhor, e, ano após ano, geram títulos expressivos ao município: a base.

Formador de grandes talentos, o basquete jaraguaense aposta na força dos seus jovens para as principais competições de 2019, que são os Jogos Abertos de Santa Catarina e Campeonato Catarinense.

Time masculino é predominantemente formado por jovens | Foto Lucas Pavin/Avante! Esportes

No masculino, o Jaraguá Basquete/AJAB/Secel conta com apenas quatro atletas experientes que estão desde o início do projeto e, inclusive, foram formados na cidade.

Os alas Rafinha, Duda e Fernando, e o pivô João aparecem como os pilares de um elenco de 20 jogadores, predominantemente composto por promessas, que vão dos 16 aos 20 anos.

 “A ideia é dar oportunidade para nossos garotos jogarem. A base é fundamental nesse processo e ter o adulto também é importante para os meninos para eles terem uma sequência em Jaraguá do Sul”, declara o técnico Rafael Mueller.

Já no feminino, a tônica da juventude é ainda mais destacada. Do grupo atual, apenas cinco atletas tem idade entre 19 e 20 anos, e o restante ainda disputa a categoria de Joguinhos Abertos, de 17 a 18 anos.

Foto Divulgação/Julio Patrício

Até o início do Estadual, o objetivo é trazer mais duas jogadoras adultas para compor o Basquete Jaraguá/Juventus/Secel. “É um elenco bem jovem, mas com boa qualidade que pode fazer um bom papel no Estadual e Jogos Abertos”, destaca o treinador Julio Patrício.

Mudanças e Objetivos

A temporada 2019 iniciou com grandes mudanças no basquete adulto masculino. Ala da equipe até então, Mueller passa a focar sua trajetória de jogador somente no máster e já assumiu o comando técnico do Jaraguá Basquete, no lugar de João Bortolini, que volta às quadras.

O novo comandante provocou mudanças, adotou treinos diários e conseguiu manter apenas quatro atletas mais experientes do ano passado. Com discurso humilde, Mueller busca valorizar a base no momento para projetar a participação do time em um campeonato nacional a médio prazo.

“Temos cinco times catarinenses em nível nacional e outras fortes equipes no estado. Então vamos seguir com os pés no chão e montar uma equipe competitiva. O nosso projeto é para daqui dois ou três anos participar de uma competição nacional”, comenta.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

No feminino, pouco mudou no elenco que segue comandado por Julio Patrício, com treinos diários. Mas a parceria firmada na semana passada com o Juventus reanimou as esperanças do Basquete Jaraguá em voltar à Liga Nacional, na qual participou em 2015.

“Jogar a Liga é interessante para nós e para o Juventus. Não é tão caro disputar a competição e hoje é transmitido pela Espn, o que torna ainda mais atrativo e com uma exposição ainda maior. Não seria para daqui um ano, mas quem sabe a gente volta para Liga em um futuro não tão distante”, finaliza Julio Patrício.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?