Avaí e Flamengo se enfrentam no estádio Mané Garrincha, em Brasília, neste sábado (7), às 17h. O jogo tem mando de campo do time de Florianópolis, mas por conta de uma punição da CBF, que interditou o estádio da Ressacada por falta de um gerador elétrico, o presidente Francisco Battistotti negou a transferência para a Capital federal.

O Avaí vem embalado pela primeira vitória no campeonato, na última rodada sobre o Fluminense (1x0), mas tanto jogadores quanto o treinador sabem que terão um ambiente adverso pela frente.

Os torcedores do Flamengo compraram a maioria dos ingressos para verem de perto o líder do Brasileirão. Mesmo com os defaslques de Rodrigo Caio (machucado e suspenso), Bruno Henrique (convocado para a Seleção Brasileira), Arrascaeta (convocado pelo Uruguai) e Berrío (convocado pela Colômbia, o time carioca é o favorito para o confronto.

Alberto Valentim vê favoritismo no adversário, mas acredita numa boa apresentação do Avaí em Brasília | Foto André Palma Ribeiro/AFC

O treinador avaiano, Alberto Valentim, não vê problemas no favoritismo do lado da equipe rubro-negra. O técnico citou outro momento, quando enfrentou a equipe do Santos, que até então era a sensação da competição: “Enfrentamos o Santos na Vila Belmiro lotada. Era a equipe sensação do campeonato, só se falava deles, o Flamengo não era citado e fizemos um grande jogo. Apesar do resultado (3 a 1), nós jogamos muito bem e sabemos que tomamos gols que eram evitáveis”, afirmou o comandante azurra.

O Avaí não terá os zagueiros Betão e Eduardo Kunde, e o lateral direito Léo (todos machucados).

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: