A CBF confirmou a transferência do jogo Avaí x Flamengo para o estádio Mané Garrincha, em Brasília, no feriado de 7 de setembro, às 19 horas. De acordo com a direção do clube de Florianópolis, a mudança de local aconteceu em razão de o estádio da Ressacada estar sem o gerador elétrico e por isso não ter a autorização oficial para receber jogos

O Avaí fez a alteração no sistema de iluminação do seu estádio mas precisava cumprir a exigência de instalação deste equipamento para receber o aval da CBF.

 

Nesta semana, o clube recebeu a visita de inspeção do arquiteto Ronaldo Carvalho, presidente do Grupo Stadia, empresa contratada pela CBF para vistoria em todos os Estádios das Séries A, B e C, além da Copa do Brasil.

Arquiteto Ronaldo Carvalho (C), da empresa contratada pela CBF para vistoria nos estádios, esteve na Ressacada | Foto Maria Heloísa /AFC

O Grupo Stadia é especializado em engenharia, agenciamento e gestão de clubes. Ronaldo checou três itens do relatório do enviado à Comissão de Licenciamento de Clubes: gramado, iluminação e vestiário do visitante.

Dos itens observados, o Avaí apenas não entregou a instalação do gerador. Foi acompanhado pelo engenheiro da Engie, Rodrigo Rohling, empresa que instalou a iluminação com tecnologia em LED na Ressacada. Os demais itens do caderno de encargos, o Avaí atendeu plenamente.

Avaí trocou o sistema de iluminaçáo mas precisa instalar gerador | Foto Maria Heloísa /AFC

Por conta da impossibilidade de sediar jogos em seu estádio enquanto não instala o gerador, o presidente Francisco Battistotti negociou a transferência para Brasília. Segundo informações não confirmadas pelo clube, a negociação rendeu cerca de R$ 1,8 milhão ao Avaí.

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: