Uma verdadeira seleção de craques estará presente em Blumenau durante a realização dos Jogos Escolares da Juventude, entre os dias 16 e 30 de novembro. A equipe de embaixadores da maior competição estudantil do Brasil reúne onze atletas, cinco a mais que a edição de 2018, que carregam em seus currículos medalhas em Olimpíadas, campeonatos mundiais, Jogos Pan-Americanos e Jogos Olímpicos da Juventude.

São eles: Duda Lisboa (vôlei de praia), Paulo André (atletismo), Natália Gaudio (ginástica rítmica), Francisco Barretto (ginástica artística), Jaqueline Lima (badminton), Kamila Barbosa (wrestling), Gustavo Endres (vôlei), Carlos Honorato (judô), Bruno Souza (handebol), Murilo Fischer (ciclismo) e Mariany Nonaka (tênis de mesa).

De acordo com o Comitê Olímpico do Brasil (COB), organizador dos jogos, a vinda dos ídolos tem como objetivo inspirar os cerca de 6 mil jovens, de 12 a 17 anos, que vão participar do evento, permitindo a troca de experiências.

“Estamos trazendo atletas que são referências em suas modalidades, que construíram belas trajetórias no esporte. Então, nada melhor do que tê-los conosco em Blumenau, motivando e inspirando os jovens a darem prosseguimento a suas carreiras”, explicou Kenji Saito, gerente executivo de Desenvolvimento do COB.

Paulo André e Duda Lisboa | Imagem Divulgação/COB

Alguns dos embaixadores deste ano, como Duda Lisboa, Paulo André e Jaqueline Lima, participaram dos Jogos Escolares recentemente. Duda se despediu do evento há quatro anos, representando o Sergipe no vôlei de quadra e de praia, mesmo ano em que Paulo André ganhou o Prêmio Brasil Olímpico como melhor atleta escolar. Feito que seria repetido por Jaqueline em 2018, após conquistar três medalhas na última edição da competição.

 

 

Perfis dos embaixadores

  • Duda Lisboa (vôlei de praia): campeã do Circuito Mundial (2018) e medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude Nanquim 2014;
  • Francisco Barretto (ginástica artística): ouro nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 (cavalo com alças, barra fixa e equipe);
  • Jaqueline Lima (badminton): bronze nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 e bronze nos Jogos Olímpicos da Juventude Buenos Aires 2018;
  • Kamila Barbosa (wrestling): ouro nos Jogos Mundiais de Praia Doha 2019;
  • Natália Gaudio (ginástica rítmica): bronze nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 e ouro nos Jogos Sul-Americanos Cochabamba 2018 (individual geral, arco, maça e fita);
  • Paulo André (atletismo): campeão mundial de revezamentos Yokohama 2019 e ouro nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 (ambos no 4x100m);
  • Bruno Souza (handebol): ouro nos Jogos Pan-Americanos Winnipeg 1999 e Rio 2007;
  • Carlos Honorato (judô): prata nos Jogos Olímpicos Sydney 2000 e bronze no Mundial de Osaka 2003;
  • Gustavo Endres (vôlei): ouro nos Jogos Olímpicos Atenas 2004 e prata nos Jogos Olímpicos Pequim 2008;
  • Murilo Fischer (ciclismo): campeão da Volta de Piemonte (Itália) e cinco participações em Jogos Olímpicos (Sydney 2000, Atenas 2004, Pequim 2008, Londres 2012 e Rio 2016);
  • Mariany Nonaka (tênis de mesa): participações nos Jogos Olímpicos Atenas 2004 e Pequim 2008.

Quer receber as notícias no WhatsApp?