A noite não poderia ter sido melhor para o Figueirense. A vitória de 3x1 sobre a Ponte Preta, combinada com a derrota do Londrina por 2x0 para o Criciúma, fez o time de Florianópolis deixar a zona de rebaixamento Série B do Campeonato Brasileiro e ainda abrir três pontos de vantagem na tabela de classificação.

Com os resultados, o Figueira assumiu a 16ª colocação, com 38 pontos, e jogou o Londrina para o 17º lugar, com 35 pontos, dentro do Z-4. No embalo, o Criciúma avançou para o 18º posto, com 34 pontos.

O Figueirense deixa a zona de rebaixamento após 14 rodadas e já ostenta nove jogos de invencibilidade na competição, esboçando uma reação para evitar a queda para a Série C.

Foto Álvaror Jr/PontePress

Rafael Marques, logo aos dois minutos de jogo fez 1x0 para o Figueira. Roger, de pênalti, aos 29 do primeiro tempo empatou. No segundo tempo, Andrigo, aos 24, e Victor Guilherme, aos 41, definiram a vitória.

A próxima partida será neste domingo (17), contra o Cuiabá, em Florianópolis, às 18h30min. A diretoria deve manter o esquema de promoção de ingressos para garantir um grande público e manter a boa fase.

Ficha Técnica

Ponte Preta 1 - Ygor Vinhas; Edílson, Renan Fonseca, Henrique Trevisan e Guilherme Guedes; Washington (Vinícius Zanocelo), Camilo, Renato Cajá (Marcondele) e Marquinhos (João Carlos); Araos e Roger. Técnico - Gilson Kleina.

Figueirense 3 - Pegorari; Luís Ricardo, Alemão, Ruan Renato e Conrado; Patrick (Pereira), Betinho e Fellipe Mateus; Breno (Andrigo), Jefferson Renan (Victor Guilherme) e Rafael Marques. Técnico - Pintado.

Gols – Rafael Marques (F), a 1, e Roger (P), aos 29 minutos do primeiro tempo. Andrigo (F), aos 23, e Victor Guilherme (F), aos 41 minutos do segundo tempo.

Cartões Amarelos - Marquinhos e Roger (P). Alemão, Betinho, Luís Ricardo e Ruan Renato(F).

Arbitragem - Gilberto Rodrigues Castro Júnior, auxiliado por Clóvis Amaral da Silva e Bruno Cesar Chaves Vieira (trio de PE).

Público - 1.715.

Renda - R$ 17.095, 00.

Local – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram

Facebook Messenger