Foto Eduardo Montecino/OCP News
Foto Eduardo Montecino/OCP News

Os adeptos à prática do xadrez são classificados como pessoas inteligentes ou até mesmo gênios devido ao uso do raciocínio lógico, da paciência e das estratégias exigidas.

E essas características, somado a grandes resultados, vem marcando a curta trajetória de uma jovem jaraguaense no esporte. Com apenas 7 anos de idade, Nicole Nunes não é muito diferente das outras crianças do seu colégio, mas seu currículo, no entanto, diz um pouco mais.

Campeã brasileira escolar e do Aberto do Brasil em 2018, ela aparece como uma das maiores promessas do xadrez no país. As conquistas são fruto do amor carregado pelo xadrez e de uma motivação carregada dentro de casa.

VEJA MAIS: Jaraguaenses são campeãs brasileiras do escolar de xadrez

Irmã de Lucas Alexandre Nunes, integrante do Clube de Xadrez Jaraguá (CXJa), a menina começou a brincar com as peças do tabuleiro, aos 4 anos.

Jogando em casa e no Colégio Evangélico Jaraguá, além de acompanhar o irmão em torneios, a enxadrista quis levar aquilo mais a sério uma temporada depois. Passou a treinar no CXJa, com a professora Karina Kanzler Ferreira, e a competir para valer a partir do ano passado, em campeonatos de sua categoria.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

Hoje, ainda muito criança, mas com talento de gente grande, já começa a gravar seu nome no cenário nacional, que inclusive lhe renderam uma indicação como Atleta Revelação do Prêmio Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte, a principal premiação do esporte em Santa Catarina.

“Fiquei muito feliz com essa indicação, porque não é todo mundo que é escolhido. Agora quero ganhar”, disse Nicole, que ainda destacou o que mais aprecia na modalidade. “Treinar com as pessoas que eu gosto é o mais legal. Você pode fazer muitas coisas no xadrez e me ajuda muito no raciocínio, na escola. Fiquei muito feliz em ser campeã esse ano e quero ganhar mais”, completou.

SAIBA MAIS: Jaraguaenses são indicados ao Troféu Gustavo Kuerten, veja como votar!

Para chegar as conquistas recentes, a jaraguaense mostra dedicação nos treinos que acontecem de duas a três vezes por semana. Além disso, reforça conhecimento através de cursos online, uma vez por semana com duração de uma hora, com professores renomados de Brasília.

Para a técnica Karina, a menina tem capacidade para alcançar grandes feitos no xadrez. “Ela (Nicole) é extremamente talentosa, estudiosa e tem um potencial altíssimo. Dependerá dela chegar ao topo. Tem muita personalidade e perfil de enxadrista, quem sabe pode se tornar WFM (mestre fide feminino) ou almejar WGM (grande mestre fide)”, destacou.

Apoio familiar

Para traçar um percurso tão cedo no xadrez, a atleta precisou contar com o apoio da família, já que não tardaram para que as competições aparecessem. O incentivo do irmão Lucas e o suporte recebido pelos pais estão sendo fundamentais para o sucesso da jovem no esporte.

“O xadrez é muito importante, porque ajuda na formação do caráter e amadurecimento da pessoa. A Nicole vem aprendendo isso junto com grandes resultados”, declarou Lucas.

Irmão Lucas (E) é um dos grandes incentivadores da carreira de Nicole | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Para o pai Jair, a união da família Nunes é outro ponto que motiva a filha a ir cada vez mais longe no xadrez. “A nossa família é muito unida e sempre a apoia. O irmão cobra para ela continuar se dedicando e o esporte mantém a família junta. Isso é outro fator muito importante para Nicole”, finalizou.

Busca por recursos

Com o título no Brasileiro Escolar, a jaraguaense ganhou o direito de disputar o Campeonato Sul-Americano, que será realizado entre os dias 15 e 17 de dezembro, em Foz do Iguaçu (PR).

Porém, as altas despesas impedem a família de confirmar a presença de Nicole no evento. Segundo Jair, é necessário em torno de R$ 1 mil para que a atleta represente Jaraguá do Sul na cidade paranaense.

“Podemos arcar com uma parte dos gastos, mas não tudo. Ela vem tendo resultados surpreendentes. Cada vez ela busca mais e não se contenta com o que vem conquistando. Então seria muito importante essa experiência para Nicole”, afirmou. Os interessados em ajudar a atleta podem entrar em contato através do telefone (47) 99627-0274.

LEIA TAMBÉM: Xadrez: modalidade forma campeões desde 1952 em Jaraguá do Sul

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?