Alguém disse menos burocracia? É disso que o brasileiro precisa! Quem for tirar passaporte não vai mais precisar apresentar tantos documentos como antes. A informação é do governo federal, na última quarta-feira (29).
A medida de desburocratização, que começará a valer ainda neste ano, faz parte do programa Brasil Eficiente.
O cidadão não precisará mais apresentar, por exemplo, a quitação de serviço militar, a quitação eleitoral, nem levar o comprovante de recolhimento de taxas.

Segundo o governo, os comprovantes de pagamento, de quitação com a Justiça Eleitoral e o certificado de reservista passarão a ficar em banco nos dados. Ou seja: ainda é necessário que você esteja em dia com as suas responsabilidades.

De acordo com a subchefe de articulação e monitoramento da Casa Civil, Natália Marcassa, isso será possível graças a otimização das informações que vão estar neste banco de dados.
Mudança gradual
Segundo ela, a adesão será gradual em alguns postos e o sistema estará em funcionamento em todo o Brasil até o fim do ano que vem (2018). “Nós temos esses dados, eles já vão estar na base de dados”, afirmou Natália.
Com a mudança, os documentos necessários para solicitar o passaporte serão apenas: identidade e CPF. Além disso, a foto e as digitais serão tiradas no momento da emissão.
Agora é esperar para saber quando vai começar a valer nos postos de emissão próximos de nós. ;)
Fontes: Exame