A denominada ‘casa do xingu’, na cidade de Nova Lima em Minas Gerais ganhou destaque na mídia internacional - a estrutura maximiza a vista e intensifica o contato dos moradores com a natureza.

Atualmente em construção, a residência está inserida em um enorme e complexo terreno de 8.000 m² com paredes de pedra remanescentes de uma construção antiga, uma floresta nativa, planaltos, gramados e vistas espetaculares das montanhas. Enquanto isso, o local também inclui uma gruta, que será incorporada ao novo programa de construção como uma adega.

O projeto é resultado de uma extensa pesquisa em design que buscou uma resposta a todas essas características únicas que projeto incorpora. Novos elementos são implementados como peças brilhantes que contrastam com a rusticidade das paredes e com a densa vegetação existente. A natureza incorpora-se à casa de forma poética, diluindo as fronteiras entre o interior e o exterior.

‘O ponto de partida para essa resposta foi a busca pela melhor vista e o desejo de intensificar o contato do morador com a natureza’, explica o estúdio de arquitetura responsável pela obra. Pensando nisso, o conceito da casa foi desenvolvido de forma que o volume principal seja implantado logo acima do nível das paredes de pedra, e o projeto seja distribuído em três setores, ou “pontas”.

O setor onde estão localizadas as duas suítes principais, está elevado seis metros em relação ao nível natural do terreno, oferecendo uma vista panorâmica para a serra. As outras duas “pontas” apoiam-se num planalto formado pelas antigas paredes de pedra e contêm os quartos de hóspedes, o escritório, a cozinha e a área social interna mantém contato e tem acesso direto à parte superior do terreno.

A forma da casa envolve a parte posterior do terreno e sua densa vegetação, enquanto um volume separado na floresta envolve o spa, uma sauna, vestiários, uma área de descanso e uma academia. Projetado para ser independente da residência, ocupa os espaços vazios entre as árvores, evitando supressão.

Grossos pilares de concreto de formato irregular sustentam a parte principal do edifício e contem alguns dos banheiros, escadas, elevador e áreas de serviço. No piso inferior, sobre o terreno natural, a área de lazer oferece acesso direto à cave, que foi transformada em adega. Este nível também inclui a piscina e uma ampla área externa, onde os moradores podem relaxar ao sol.

Confira mais imagens: