Se você não tem o costume de beber água durante o dia, é o momento de rever esse hábito. A falta de água não provoca apenas a desidratação, mas todo um desequilíbrio funcional e metabólico que pode atingir todas as células do corpo. Na pele, a água garante a defesa, elasticidade, maciez e sustentação.

A quantidade de água recomendada varia de acordo com o peso, a idade e o nível de atividade física de cada indivíduo, mas, geralmente, o ideal é o consumo de dois litros por dia. A água também ajuda na manutenção da temperatura do corpo e melhora a função digestiva do organismo.

Seu corpo precisa de água! Sede, cansaço excessivo, taquicardia, náuseas e até dor de cabeça podem ser sintomas de baixa ingestão de água. Na desidratação, a pele se torna seca e quente.

Além disso, abuse de água saborizada com gengibre, limão, de água de coco, de chás gelados, que estimulam a eliminação de toxinas e colaboram para o bom funcionamento do intestino. Substitua o cafezinho, o refrigerante e os sucos por chás. Prefira os com efeitos diuréticos como os de hibisco, cavalinha ou carqueja. Os chás são ótimas alternativas para fornecer ao corpo antioxidantes que combatem os radicais livres e que, consequentemente, retardam o envelhecimento da pele, além de eliminar o excesso de líquidos e desinchar.

O chá verde contém cafeína e é rico em catequinas, um potente antioxidante. Além de desinchar, ele acelera o metabolismo e facilita a digestão. Pode ser, ainda, associado com gengibre, que tem propriedades anti-inflamatórias, otimizando a digestão. Os hipertensos devem moderar no uso do chá verde, assim como quem tem anemia por deficiência de ferro, pois o uso do chá junto com a refeição diminui a absorção do mineral. Lembre-se: a melhor forma de tomar chás é igual à moda antiga, de forma caseira.