Buscando o fortalecimento do PTB em Jaraguá do Sul, o vereador Marcelindo Grunner, que preside o partido no município e assumiu o papel de líder do governo na Câmara, tem apostado na adesão de jovens e mulheres. Com apoio de Cláudia Zimmermann, que comanda o PTB Jovem, e de Marilene dos Reis, que comanda as mulheres, Grunner acredita ser possível dar mais visibilidade e transformar em prática algumas políticas públicas voltadas a estes segmentos.

“Vamos aproveitar que o partido tem voz e tem uma cadeira na Câmara para defender projetos de interesse dessa parcela da população”, diz. Com a eleição de Grunner, o partido quebrou um jejum de oito anos sem representação no Legislativo. Desde o ano passado, a sigla cresceu em número de filiados, de 500 para mais de 800, e a meta, revela o presidente, é chegar a mil até o começo do próximo ano. Nesse ritmo, atrair os jovens é essencial, defende Cláudia, que acredita que somente com essa renovação seja possível enterrar de vez as velhas práticas políticas.

A missão não é fácil, admite ela, que cita pesquisa do TSE, divulgada na semana passada, que mostra que 59,6% dos jovens entre 18 e 20 anos tem título de eleitor e votou na última eleição, porém não se interessa por política e não discute com familiares ou amigos os rumos eleitorais do passado. O estudo foi realizado com 2.600 jovens de diversas regiões do país, incluindo Jaraguá do Sul. “A gente sabe que a situação política não é boa. E isso só vai mudar se a sociedade participar. É importante que os jovens tragam novas ideias”, convida.

Outro foco do partido, as mulheres, já representam quase a metade do número de filiados. Elas somam 370, porém, confirma Marilene, a atuação é pequena. Fazer com que elas atuem efetivamente é um dos objetivos para ajudar a mudar uma realidade em que quase a metade das candidaturas femininas serve apenas para os partidos atingirem a cota prevista em lei. Há casos no Brasil inteiro de candidatas mulheres que não receberam nem o próprio voto na última eleição. “No PTB todos têm vez, voz e voto”, garante Grunner.

Apoio a Chiodini

O PTB de Jaraguá do Sul ainda não definiu se terá candidato a deputado estadual no próximo ano. O único encaminhamento até agora é o apoio a Carlos Chiodini (PMDB), que irá buscar uma vaga na Câmara Federal.

Recurso para saneamento rural

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Carlos Chiodini (PMDB), esteve com o governador em exercício, Eduardo Pinho Moreira (PMDB), tratando da liberação de recursos para implantação de saneamento básico nas áreas rurais isoladas de Jaraguá do Sul, valor estimado em R$ 300 mil, que devem ser liberados em breve | Foto Divulgação/OCP

 

FRASE:

“Infelizmente, o tempo foi curto, não deu para
demostrar tudo o que gostaria, mas foi bom para conhecer
como funciona a Casa de Leis.”

Afirmação do suplente Amarildo Batista (PSDB), que ocupou durante 15 dias
a cadeira do correligionário Isair (Dico) Moser na Câmara de Jaraguá do Sul.

 

Kassner apresenta “Jaraguá mais linda”

O vereador Anderson Kassner (PP) reservou parte da manhã de quarta-feira (4) para apresentar o projeto “Jaraguá mais linda”, de sua autoria, a outros parlamentares da região. Andressa Schmitt (PP), de Corupá, Anderson Catafesta (PP) e Valdecir Delmonego (PSD), ambos de São João do Itaperiú, conheceram detalhes da ideia.  A proposta de Kassner, apresentada em abril deste ano ao prefeito Antídio Lunelli (PMDB), é dividida em três frentes: Adote o verde, que prevê a adoção de pontos públicos por empresas, e ainda o plantio de árvores e da planta nativa arnica em terrenos públicos e baldios e também às margens da ferrovia.

 LEIA MAIS:

- Descuido com espaços públicos e privados faz vereador criar projeto ‘Jaraguá mais linda’

 

Renúncia da executiva nacional

A renúncia, defendida pelo presidente do PMDB de Santa Catarina, deputado federal Mauro Mariani, é dos integrantes da executiva nacional do partido, não da estadual, por razões óbvias. Mariani vem cobrando o afastamento imediato das lideranças citadas e investigadas na Lava Jato, como forma de preservar a história do partido. O catarinense já levou a proposta, inclusive, para discussão em Brasília.

Lunelli em Brasília

O prefeito de Jaraguá do Sul Antídio Lunelli está em Brasília com o secretário de Administração, Argos Burgardt, tratando de projetos de interesse do município. As agendas envolvem o Ministério da Ciência e Tecnologia, do Turismo e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes. Além disso, Lunelli busca informações sobre o projeto de captação de financiamento internacional, através do qual o município pleiteia até R$ 150 milhões.

Plano Diretor em debate

Sobre nota da coluna de quarta-feira (4), o diretor do Instituto Jourdan, Luís Fernando Marcolla, nega que as contribuições feitas por entidades como a Associação de Engenheiros, de Arquitetos, e a própria Associação Empresarial, tenham sido desconsideradas na versão pré-básica do Plano Diretor. O que acontece, afirma, é que não cabe ao Plano Diretor regulamentações específicas e sim estipular diretrizes. O plano das ciclovias, exemplifica, será criado por lei específica, assim como acontece com a Lei de Macrozoneamento, já aprovada. Todos os questionamentos das entidades, que participaram durante dois anos dos debates para revisão do Plano Diretor, serão respondidos item a item, acrescenta ele. Sobre o gabarito dos prédios, Marcolla lembra que atualmente o Código de Obras prevê um limite de 12 andares e o Plano Diretor, de 16, o que causa confusão. Na nova versão, o limite será retirado do Plano Diretor e depois será debatido em lei específica.