O típico late, mas não morde – Barão do Itapocu

Arte: Arquivo/OCP

Por: OCP News Jaraguá do Sul

02/03/2024 - 06:03

Secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Natália Petry (MDB), esteve na Câmara de Vereadores de Jaraguá do Sul nesta semana. Atendeu requerimento para falar sobre os projetos voltados ao esporte. A oposição e o famoso fogo amigo, que fizeram muito barulho antes da ida dela, ameaçando até uma abertura de uma CPI, ficaram sem argumentos agora. E Jeferson Cardozo (PL), que dizia ter provas robustas de irregularidades, mostrou mais uma vez que não passa de um populista irresponsável. Fiscalizar é obrigação dos parlamentares, mas fazer oba oba sendo pago com recurso público não é papel de político sério.

 

E o vice

O MDB deu início a uma série de encontros para definição de quem será o vice na chapa encabeçada pelo prefeito Jair Franzner. Conversas com PL, PSDB e Novo devem ocorrer em breve. O PSD também está na disputa por espaço.

 

Colégio Militar

Quem acompanhou a aula magna do Colégio Militar de Jaraguá do Sul, na segunda-feira, ficou satisfeito. Há expectativa de ampliação de turmas gradativamente nos próximos anos. Foi a primeira unidade aberta pelo governador Jorginho Mello (PL), atendendo solicitação do deputado estadual Antídio Lunelli (MDB).

 

Manteve o mandato

Deputado federal Fábio Schiochet (União) respira mais aliviado. Por unanimidade, o Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina decidiu manter o parlamentar no cargo. Os desembargadores seguiram o voto da relatora, Maria do Rocio Luz de Santa Ritta, que nega a existência de candidaturas laranjas e de fraude na cota de gênero.

 

E as mulheres

Toda campanha é a mesma novela. Os partidos correm contra o tempo para encontrar mulheres candidatas e assim cumprir a cota. Mas, passada a eleição, costumam limitar a ação delas, até pela natureza do dia a dia político.

 

Em Corupá

O secretário de Saúde de Jaraguá do Sul, Alceu Moretti (MDB), deve deixar o cargo dentro do prazo exigido pela lei eleitoral para ser candidato à Prefeitura de Corupá. Já tem as bençãos dos líderes da sigla.

 

Era de se esperar…

Cento e vinte e três países — inclusive Bangladesh, Costa do Marfim, Camboja e Angola — têm uma economia mais livre que a brasileira. Os dados estão na nova edição do Índice de Liberdade Econômica da Heritage Foundation. A publicação, que completa 30 anos em 2024 e se tornou o principal indicador da liberdade econômica no planeta, coloca o Brasil na 124ª colocação, em uma lista de 184 países. Na edição anterior, a economia brasileira era a 127ª da lista.

 

Sobre o ato de domingo

O bolsonarismo é hoje a maior força de mobilização popular no Brasil quando se trata de levar manifestantes às ruas. Um lugar que já pertenceu à esquerda. Aliás, Lula e Bolsonaro se retroalimentam. No fim das contas, um depende do outro para manter o clima de polarização e suas torcidas engajadas.