Lunelli critica STF por impedir tratamento involuntário e retirada de moradores de rua em SC

Foto: Divulgação

Por: Áurea Arendartchuk

03/04/2024 - 06:04

Despacho do ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), prevendo aplicação de multa a municípios de Santa Catarina e prefeitos que promovam a retirada de moradores de ruas, com acolhimento coercitivo, e tratamento involuntário a dependentes que fazem uso de drogas em locais públicos gerou críticas do deputado estadual Antídio Lunelli (MDB).

No documento divulgado pelo STF, é explicitada uma sanção direta: multa de R$ 10 mil a ser aplicada a qualquer autoridade municipal que promova a remoção forçada de moradores de rua. Esse valor também se aplica ao município em caso de não cumprimento das medidas estabelecidas.

Na tribuna da Alesc, o parlamentar criticou a decisão. “Para o ministro Alexandre de Moraes, os prefeitos não podem fazer a internação involuntária e nem a condução para acolhimento desses moradores de rua. Para ele, o bom e saudável, o humanamente digno, é que as cidades tenham verdadeiras cracolândias. Espaços para que as pessoas vivam como zumbis. Aqui em Santa Catarina, não”, disse Lunelli.

Para o parlamentar “violência é deixar essas pessoas vivendo nas ruas sem dignidade nenhuma, colocando a si e aos outros em risco.”. Ele ainda se solidarizou com os prefeitos que foram atingidos pela medida e disse que é preciso lutar contra decisões arbitrárias que estão desconectadas da realidade dos catarinenses.

 

Corupá define executiva do Partido Novo

O Partido Novo passa a contar com mais um diretório na região, desta vez em Corupá. A executiva da sigla já foi definida e é composta pelo presidente Antonio Alves Aleixandre, vice Arnildo Ganske, secretário de finanças Josimar Conzatti, secretário administrativo Jackson Jank e secretário de relações institucionais Egon Belling. O processo de filiação ao Novo de Corupá segue até sábado (6). Um dos responsáveis por trazer o Novo para Corupá é o empresário
Eddy Edgard Eipper, conhecido como Nininho. Segundo ele, que até então fazia parte do PL, a ideia em fundar o diretório do Novo na cidade é sair da velha política trazendo para a sigla pessoas que querem somar.

Foto: Divulgação

 

Deputado Zé Trovão (PL) repassa R$ 600 mil para hospitais de Jaraguá

O deputado federal Zé Trovão (PL) repassou R$ 600 mil para os dois hospitais de Jaraguá do Sul, por meio de emendas parlamentares. Na manhã de ontem (2), ele esteve no Hospital Jaraguá realizando a entrega de R$ 300 mil. Estavam presentes ao ato, o parlamentar, a responsável pela Captação de Recursos do Hospital Jaraguá, Cláudia Knetschki, o diretor do Hospital Sérgio Luís Alves e o empresário Edson Junkes (foto abaixo). À tarde, o deputado esteve no Hospital São José, onde também fez a entrega de R$ 300 mil. Os recursos serão utilizados para melhorias nas duas unidades.

A partir da esquerda: o deputado Zé Trovão, Claudia Knetschki, Sérgio Luís Alves e Edson Junkes | Foto: Divulgação

 

600 filiados

Com o foco nas eleições municipais, o União Brasil de Guaramirim vem aumentando e fortalecendo sua base de filiados na cidade. Nas últimas semanas, mais de 150 pessoas assinaram filiação ao partido que busca composição para concorrer aos cargos de vereador em outubro, além de reforçar o apoio a pré-candidatura à reeleição do prefeito Osvaldo Devigili. Em evento na segunda-feira (1º), no Avaí Esporte Clube, 30 novas filiações foram assinadas pelo presidente do partido Matias Tomczak. Com a chegada dos 150 novos filiados, o União Brasil de Guaramirim ultrapassou a marca das 600 filiações. Com os números atualizados, o União Brasil é o partido que mais cresceu em Guaramirim nos últimos anos e alcança a marca de segundo partido com mais filiações no município, mesmo com apenas dois anos de existência.