Hoje vou mudar um pouco o tema da minha coluna e fugir dos assuntos policiais. Mais precisamente vou tocar em um assunto delicado e que é motivo de tabu para muitas pessoas, a depressão e consequentemente o suicídio.

Muitas pessoas acabam por se deparar com familiares deprimidos, cabisbaixos, e tem uma feia mania de dizer: te anima, deixa de fingimento, tu tem saúde toma um rumo. Pode parecer fácil falar isso é esperar um resultado, mas não é!

A pessoa que está em depressão, ou, deprimida, não está assim por simples vontade própria, mas sim, por um gatilho ou por desequilíbrios químicos nas substâncias presentes no cérebro, capazes de nos dar alegria e afins.

É exatamente nesse momento, quando deixamos de dar atenção a doença achando que é “Piti” que estamos dando um passo em direção a um caminho perigoso na vida daquela pessoa.

Eu como bombeiro e repórter policial, acompanho esses casos há anos. Você não imagina quantos casos existem pois a imprensa não costuma noticiar suicídios, como forma de não encorajar pessoas a tal ato. Mas, posso garantir que os números são alarmantes.

O último caso de grande repercussão, foi o da Luciane que sumiu e foi encontrada com pés e boca amarrados com fita, dentro de um rio, um caso de depressão pós-parto. Mas, só como complemento da coluna, ontem mesmo tivemos outro caso, envolvendo depressão, em Jaraguá, onde faleceu um homem de menos de 40 anos.

Ou seja, o problema está muito próximo de nós mas não enxergamos. Se você tem alguém na família que mudou repentinamente ou que possa estar em depressão, não o trate como um fracassado, mas sim, como alguém que só precisa de ajuda, de uma mão amiga.

Procure um psiquiatra e um psicólogo. As terapias aliadas ao medicamente costumam ter índices satisfatórios de recuperação.

Ainda há tempo, não perca ele, faça sua parte. Hoje você está ajudando amanhã você pode estar sendo ajudado. No mundo de hoje, estamos observando a doença do século, causada pelo excesso de trabalho, pela falta de amor e pelas pressões diárias. Vivemos em uma vida cada vez mais virtual e menos presencial, infelizmente.

Pense nisso!

Novo comando

Segunda feira assume o comando do 14 BPM meu amigo e meu ex-professor de APH Tatico, Ten Cel Reisdorfel. Excelente oficial, Tatico, piloto do Aguia, que vem substituir o também amigo Ten Cel Andrade.

Desejo ao novo comandante sucesso na jornada. Sem dúvida pode contar conosco, estaremos juntos nessa caminhada. Abraços do eterno aluno número 14!

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?