Deu no Papiro New’s, edição do ano 0 a.C.

Raptaram a jovem Maria, da cidade de Nazaré enquanto ela se dirigia no lombo de um jumento para Belém, cidade do estado da Palestina, situada a cerca de 10 Km ao sul de Jerusalém. Maria estava grávida e acompanhava de seu marido José, descendente da casa real de Davi.

Vamos entender um pouco melhor essa história. José estava noivo de Maria e, ao saber que ela estava grávida, decidiu abandoná-la, pois o filho não era dele. Mas num um sonho, um anjo que lhe falara que Maria ficou grávida pela ação do Espírito Santo, e que o menino que iria nascer seria o Filho de Deus, então, José aceitou Maria como esposa.

Perto do tempo previsto do nascimento da criança, por um decreto romano ele e sua esposa Maria, partiram para Belém para a realização do recenseamento, mas no caminho, Maria fora sequestrada. A Estrela Guia perdeu o rumo, os Reis Magos não possuindo GPS ou sem ter a indicação da Estrela, também perderam-se no deserto a manjedoura, único local com reserva disponível para a época do recenseamento permaneceu vazia, os pastores sem celular para se comunicar uns com os outros vieram até o local onde nasceria o Filho de Deus, porém, nada encontraram e a partir daí, a  história da humanidade tomava um novo rumo.

Aonde estaria Maria? Será que ela fora sequestrada por Beduínos, Samaritanos, Prosélitos ou Árabes? Será que ela será encontrada com vida? Voltará Maria para o aconchego dos braços de José? E a criança? Será que nasceu no período em que Maria estivera em cativeiro? Maria sobreviveu ao parto? Enfim, nunca saberíamos o final da história se isso realmente tivesse acontecido.

Aqui em Jaraguá, o fato ocorreu de verdade. Sequestraram Nossa Senhora do Presépio instalado em frente a Paróquia São Sebastião. A pergunta que não quer calar: por que um ser humano em suas perfeitas condições de juízo teria a ideia de cometer tal ato? Só uma coisa explica: “o prazer de poder contemplar em sua residência, o troféu de babaca-Mor”.

A pessoa que cometeu tal ato, deve ser da laia daqueles que furtam cones de sinalização, que ateiam fogo em quiosques no parque da cidade, que quebram espelhos de segurança, que destroem mudas de árvores recém plantadas, tudo isso geralmente pautado por apostas realizadas com amigos (no caso, piores do que aquele que comete o ato), no embalo do álcool ou de drogas, ou mesmo para poder atestar o seu alto grau de babaquice.

Para nossa alegria, na história da Sagrada Família, o fato não aconteceu realmente. Papiro New’s e GPS no deserto para orientar os Magos são frutos da minha imaginação, mas o que importa, é que  José apesar das dificuldades, conseguiu conduzir Maria até Belém, onde nasceu o Menino Jesus!

“Glória in excélsis Deo et in terra pax homínibus bonae voluntátis.”.

Um Feliz e abençoado Natal para você e sua família! (e a pessoa que sequestrou Nossa Senhora, faz o favor de devolvê-la!)

 

No Pirata

A banda Código de Bar é uma das atrações dessa sexta-feira no Pirata .

Olha aí meu povo, o ano está chegando ao fim e o bar mais rock’n’roll da cidade também resolve dar uma paradinha para tomar um fôlego e vir com tudo para a temporada 2019. Então, para os roqueiros de plantão, nesta sexta-feira (21), a última sexta-feira do ano no Pirata acontece uma festa daquelas! Como diz o Capitão: “É chegada a hora de tirar as botinas, baixar as velas, abrir o velho barril de rum e descansar um pouco.” Mas para deixar a noite completa, quem comanda a festa são as bandas CÓDIGO DE BAR e VELLUX. Os cavaleiros prateados da terra dos maruins e "ouix pexero" lá da beira mar prometem uma noite regada a muito rock n'roll e a cerveja mais gelada da cidade reunindo a galerinha mais animada de Jaraguá City do South.

No sábado (22 ), também vai rolar um som, atendendo pedidos da galera para fazer algo antes de começar as preparações da ceia de Natal. Para animar a noite, vai rolar um som especial com a dupla US2, formada por Fábio Muller e Beto Fabin num especial Pop e Rock acústico nacional e internacional.

Vale lembrar que a censura da casa é de 16 anos, sendo que menores de 16, devem ser acompanhados pelos pais. Obrigatória apresentação de documento com foto.

 

Rooster Empório

Sábado acontece o encerramento 2018 no Rooster, o bar mais galo da cidade.

Também em ritmo de encerramento das atividades para o ano de 2018, preparando um final de semana daqueles, com sorteios, brindes, consumação e muita música.

Na sexta (21) rola som com a banda THE GENTLEMAN, apresentando os clássicos dos anos 80. Já no sábado é dia de encerrar a temporada de 2018 com o som de ALEH E MARCELO, SARAH E MARCELO E ANDY E ALLAN, além do sorteio de muito brindes, inclusive em dinheiro, consumações e uma tattoo no valor de R$500,00, mas tudo isso só para quem estiver presente na casa.

E em 2019, muitas novidades. Entre elas, a parceria entre o Rooster e a Jaragalo (Consulado reconhecido pelo Atlético Mineiro).

Para quem ainda não conhece, o Rooster fica colado na cabeceira da ponte da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

 

Bailinho

Bailinho do Oriente, atração do sábado na Patuá.

Para o pessoal que achou que achou que  a temporada dos bailinhos em 2018 tinha acabado e pediram mais um bailinho antes do final do ano, a Patuá Music atendeu o pedido de vocês. Dia 22 de Dezembro, Patuá Music com apoio do Bailinho do Olímpia encerram o ano com chave de ouro com o Bailinho do Oriente.

No line up da festa, os DJ´s Matheus Sc, Ditimar, Will Prime, Lucas Nascimento, Will Petry e Felipe Adriano.

Para as mulheres, entrada free até às 23h30min.

Vai rolar também, distribuição de ingressos cortesia válidos até 23h30min com os Promoters da casa ou nos pontos de venda.

 

Festa Pomerana

Preparativos para a 36ª Festa Pomerana a mil.

A cidade mais alemã do Brasil, que é Pomerode a mil nos preparativos da 36ª edição da Festa Pomerana que promete agitar os pavilhões do Parque Municipal de Eventos daquela cidade entre os dias 9 a 21 de janeiro de 2019.

Com certeza, uma das melhores e mais organizadas festas da cultura germânica do estado de Santa Catarina, com diversas atrações envolvendo música, gastronomia e competições.

Com certeza, merece ser visitada.

 

Feliz 2019

Queridos com esta coluna, quero me despedir de vocês e do ano de 2018.

Ano difícil, não? Ano com uma série de provações, várias coisas acontecendo ao mesmo tempo. Não podemos esquecer de também agradecer pela saúde, pelo trabalho, por termos uma família e pelos amigos que permaneceram, outros que se foram, enfim agradecer por tudo o que aconteceu de bom e ruim em nossas vidas. Agradecer o que é ruim? Claro! Pois as coisas ruins servem como parâmetro para tentar não cair no erro novamente.

Vamos torcer para que 2019 venha com muita prosperidade, esperança e repleto de coisas boas e no início de 2019 estarei de volta!

Um super abraço e fiquem com Deus aí!

Vamos Embora que a litorina não espera.
Até ano que vem!