Lá se vão quase dois anos do “Fica em casa”, posso garantir que para minhas economias, esses quase dois anos oi uma mão na roda. Economia de tudo que é jeito, pois em casa, meu único gasto, foi a mensalidade da Netflix e as guloseimas que por vezes eu comprava para assistir aos meus filmes e séries favoritos.

Até para trabalhar esse “Fica em casa” serviu para alguma coisa, pois até para trabalhar em home office, era só colocar uma camisa legalzinha, nem precisaria falar que a calça de moleton, era a peça utilizada como a parte de baixo da minha vestimenta.

Preciso confessar uma coisa pra vocês, certo dia minha irmã falou: “Tu não vais tomar banho para dar aula?” Eu falei pra ela: “Pra quê tomar banho, se os alunos não estarão sentindo o meu cheiro?” Não estou querendo deixar explícito com isso minha falta de higiene, mas que até o banho poderia ficar pra depois da aula. Antes que alguém me pergunte, tomei meu merecido banho após a aula daquele dia.

Nesses dois anos, não comprei sequer uma peça de roupa para mim, salvo algumas idas até o shopping, para comprar uns itens do vestuário para presentear familiares e amigos em datas especiais.

Para quem me conhece bem, sabe o quão sou fascinado por perfumes, nesse quesito, também fiz uma economia enorme, pois um vidro de perfume para mim normalmente dura em torno de três ou quatro meses, com o fique em casa, estou com meu Kenzo Homme comprado no final do ano de 2019, pela metade.

Justamente por termos ficado reclusos por tanto tempo em nossos lares pela incerteza desses dias tão difíceis, mas também por conta do povo que bradava com todo o ar de dentro dos seus pulmões o jargão “Fica em casa, a economia a gente vê depois!”

É foi quase um ano nessa tortura, empresas faliram, gente perdeu o emprego, não existia transporte público para aqueles heróis que continuavam trabalhando na linha de frente, nos Hospitais, Supermercados, Farmácias, Postos de Combustível e tantos outros lugares tão essenciais que fizeram com que a engrenagem da economia continuasse girando devagar, evitando que ela parasse de vez.

E aquele “Fique em Casa” ecoava em todos os cantos, das bocas de alguns Políticos e dos politicamente corretos, nas redes sociais, nas conversas com amigos. Pensava eu, “Puxa, que legal! Eles estão preocupados com o bem da população, faz-se necessário sacrificar-se um pouco nesse momento!”

Quase dois anos se passaram, e pelo jeito as coisas já estão se encaminhando para a normalidade, mesmo com as notícias de uma nova onda do Corona surgindo pela Ásia e Europa, não sei até aonde isso é verdadeiro, mas chega a assustar um pouco.

Mas o que na verdade me assusta, é ver todo esse povo que dizia “Fica em casa, a economia a gente vê depois”, se calar com festivais já com data marcada e ingressos esgotados, com o Carnaval movimentando milhares de pessoas e milhares de reais em torno dele.

Essas mesmas pessoas que diziam “Vidas humanas importam!”, cadê a importância das vidas humanas para essa gente? Bem, já que o Carnaval está marcado para a última semana do mês de fevereiro de 2022, vamos esperar até o dia 10 ou dia 15 de março para os noticiários começar falar sobre o aumento de casos de COVID, que o número de mortes está batendo recordes.

É, quem sabe mais uma temporada em casa, já que a economia a gente pode ver depois, mas o Carnaval não!

Se isso acontecer (tomara que não aconteça), meus bolsos estarão agradecendo novamente. Só mais uma coisa, será que até lá a Netflix já lançou mais uma temporada da série Intersection, para eu assistir?

 

No Pirata

Eita que esse final de semana promete ser um dos melhores na Embarcação do Rock, para isso, o Capitão já passou todas as coordenadas, freezer sempre cheio, música da boa e atendimento melhor possível. Isso sem falar nos encontros com amigos que por lá estarão.

Pra começar todo o agito, na sexta-feira (19), quem sobe ao palco do Pirata são os gigantes da banda Vintage Cult. Os caras, já conhecidos da galera, vem com seu repertório com muito rock n'roll, tocando os sucessos de ontem, hoje e sempre. Mais uma noite pra lotar a casa. A abertura da noite é com Junior Santiago tocando clássicos do rock’n'roll num formato acústico.

No sábado (20), duas bandas gigantes fazem o som no Pirata, numa noite que reverencia o mais puro rock'n'roll. No palco da embarcação, as bandas Kravan e Patifaria, tocando os clássicos do rock, bem como, suas músicas autorais. Uma noite perfeita para ficar na história do Pirata.

Lembrando que torna-se obrigatório o uso de máscaras ao circular pelo bar, álcool gel para higienizar as mãos e o distanciamento das mesas e pessoal.

Todos Contra o Câncer

Todo o dia é dia de ajudar quem precisa! Nesse domingo (21), o Pirata Rock Bar promove um dia especial para ajudar a pequena Helena. Será um dia diferente, com almoço beneficente, onde a renda revertida, irá ajudar o tratamento da Helena.

No cardápio um delicioso Entrevero preparado pelo mestre Dedé, além de diversas atrações que irão rolar durante o dia inteiro, como a apresentação de Gustavo Bardim (vencedor do The Voice Kids), Uly Dolph, Lemuca e Banda e Conexão Tâmisa.

Maiores informações e reservas podem ser feitas através do fone: (47) 98407.9266. Você pode ajudar! Você pode fazer a diferença!

Casa Treë

Final de semana chegando e a casinha mais badalada da Domingos da Nova, já com tudo preparando os agitos para o final de semana. pensando no povo mais descolado da city que frequenta o espaço

Para esta sexta-feira (19), o funk e o hip hop irão comandar e coordenar as batidas do som. No comando do agito o DJ Blade que traz na bagagem o que há de melhor nesses dois estilos musicais. Vale lembrar que as portas da casa já estão abertas a partir das 18h. Horário mais que estratégico para aquele happy hour na companhia dos amigos. Ah, no sábado (20), rola Jardim Eletrônico com os DJ’s Freitag e KDK.

Fica o toque que a casa Treë atende também pelo delivery, se você quiser provar as delícias da Casa, basta ligar para o número: (47)99700.7159, solicitar o cardápio e fazer seu pedido.

A casa Treë fica na Rua Domingos da Nova, bem ao lado da Studio FM.

Sun7 River Gastrobar

⠀⠀

Para quem já passou pela belíssima Via Verde, deve ter reparado que defronte a frondosa árvore (que eu chamo Árvore do Tio Juca), está surgindo um novo empreendimento.

Trata-se do Sun7 River Gastrobar, um novo espaço que está ganhando forma e que pelo que me parece, será inaugurado na primeira quinzena de dezembro. O Sun7 é de propriedade dos amigos Denis (Arte Laje), Edinei (Le Classique Eventos), Daniel (Xiraiba Sistemas) e Luiz (Academia Fitway).

Pelo que fiquei sabendo, inicialmente, o espaço funcionará somente servindo os frequentadores como local para happy hour e jantar, sendo que mais vocês saberão mais adiante. Fica o toque aqui da coluna e do desejo de muito sucesso nesse novo empreendimento.

Com certeza, irá se tornar a esquina mais badalada da Via Verde. Que venha o mês de dezembro.

 

Gente & Fotos

Bodas de Ouro

Quero deixar registrado aqui com o maior carinho, os 50 anos de união dos meus queridos Padrinhos de Batismo, Wanda e Dorival Picinini, que acontece no sábado, dia 20 de novembro. Para comemorar a data tão especial, Tia Wanda, Tio Dorival, suas filhas, genros e netos, receberão para um almoço familiares e amigos mais próximos no dia 21.

Sempre quando nos encontramos, Tia Wanda lembra que ela e o Tio Dori, casaram-se dois meses após meu nascimento.

Num mundo com tanta falta de amor, é um privilégio poder comemorar uma data tão especial, tão repleta de significados, mas sobretudo, uma prova de que quando existe amor, e ele é verdadeiro, pode atravessar décadas, passando por momentos de alegria e confraternização e outros não tão alegres assim.

Fico extremamente feliz em saber que aquele juramento que vocês fizeram perante o altar há 50 anos, permanece inalterado e com a firmeza da rocha até os dias de hoje... “(...)e prometo amar-te e respeitar-te na alegria e na tristeza, na saúde e na doença, na riqueza e na pobreza, por todos os dias da minha vida...”

Tia Wanda e Tio Dori, desejo toda felicidade do mundo pra vocês, que ela traga consigo muita saúde para que possam compartilhar por momentos tão especiais como este, por muito e muito tempo.

 

Vamos embora que a litorina não espera.
Até semana que vem!