Ah, mas “as pessoas precisam ficar em casa”, ou ainda “A vida vale muito mais do que o trabalho!” foram falas que pude observar nesse tempo de confinamento nas redes sociais. Em partes concordo com tudo isso, mas pensando bem, eu tenho condições de trabalhar em casa, e quem não tem?

Quem necessitava abrir seu estabelecimento ou trabalhar em algum desses estabelecimentos que até então estavam fechados para garantir o pão de cada dia na sua mesa, como é que ficam?

Encontrei esse texto no Facebook de uma amiga, o texto é de autoria da prima dela, Aline Toledo, que mora em São José dos Campos e é proprietária da Aline Stahelin Doces Gourmet.

Antes de falarmos qualquer coisa, que ele sirva de inspiração para todos nós que podemos ficar trabalhando protegidos no aconchego dos nossos lares, enquanto outros não possuem essa alternativa.

Segue o texto:

HIPOCRISIA !!!

Fique em casa, olha o perigo... falou a pessoa que levou a sua empresa toda para casa e segue trabalhando normalmente... que não sabe o que são mais de 8 mil em despesas fixas da empresa para pagar, e as consequências que o não pagamento trará, que não sabe o que é ter que escolher quem vai demitir, sabendo que todos precisam trabalhar...

Mais vale a saúde do que o emprego... com toda a certeza, mas falou a pessoa que nunca passou fome na vida, que não sabe realmente o que é dificuldade, e continua recebendo normalmente pelo seu trabalho... agora faça essa pergunta para uma mãe de família que já está há 40 dias sem receber...

Quem for a favor de abrir o comércio, que abra mão do seu respirador.... falou a pessoa que continua trabalhando em casa... faz assim ou FECHA o seu negócio e se iguale à classe que defende (dos que não tem 1 centavo no bolso) ou ABRE MÃO você também, já que estimula as pessoas a saírem de casa para buscar o produto comprado na sua casa / loja ou com o motoboy que a pessoa passou para entregar a compra...

Sempre teve fome no mundo e você nuca se preocupou... falou a pessoa que nessa época sabe que as pessoas estão passando fome e não levanta a bunda do sofá para doar 1 prato de arroz com feijão... que mesmo antes da pandemia nunca soube o que era caridade... Graças a Deus essa culpa eu não carrego, então eu posso dizer sim... sempre teve fome, eu sempre ajudei, e sei sim que agora será bem pior... você já fez sua parte ?

Épocas difíceis afloram o melhor e o pior de cada um, me decepcionei demais com algumas pessoas, não por pensar diferente, porque o que seria do azul se todos gostassem do amarelo, mas pela forma Hipócrita e mesquinha que trabalham o seu medo, sem sair da zona de conforto e se achando o centro do universo, os coitadinhos que aceitaram ficar em casa... o judiação!

Perguntem agora para os funcionários do mercado (que todo mundo frequenta... a ordem não era ficar em casa ???) funcionários de posto de combustível... farmácia... padaria, porque o pãozinho que te não pode faltar... e todos mais que estão trabalhando... qual foi a escolha deles ???

Menos hipocrisia, mais empatia, não concorda com a opinião do outro, cala a m3#da da boca e vigia a escrita, já teve até colega de profissão que se matou face à todo desespero... ninguém é melhor que ninguém nessa situação,... mas alguns são mais babacas que os outros...

Quer ficar em casa, fica!!! É seu direito... vai continuar trabalhando de casa? Que benção que terá condição de continuar tendo faturamento (então DOA o auxílio do governo que você foi filho da pu#@$ em se cadastrar para receber sabendo que tem gente PASSANDO FOME) nessa hora não tem esse negócio de, eu pago meus impostos e tenho direito... claro, mas o seu vizinho pode estar passando fome e ter tido o auxílio negado por falta de verba do governo...

Tire o olho do seu umbigo e foque no umbigo alheio... assim sim poderemos falar dos outros países... pois estaremos agindo como eles... agora não adianta falar de Europa, se eu quero tudo à maneira do jeitinho brasileiro...

P.S.: Antes que sejamos mal interpretados, concordo com o ponto de vista da Aline, desde que todas as medidas de proteção sejam tomadas, como higienizar as mãos frequentemente com água e sabão, utilizar máscaras de proteção e a assepsia com álcool em gel.

No Pirata

Seguindo algumas regras, o Pirata está de portas abertas para receber seus clientes e amigos.

O bar mais rock'n'roll da cidade está novamente de portas abertas, seguindo as diretrizes e normas, exigidas para o funcionamento de bares e restaurante, com atendimento de bar e cozinha, aquela cervejinha gelada e as porções e lanches deliciosos. Uma das novidades da casa, como ainda não estão liberados os shows ao vivo, é qu você pode trazer de casa seus DVD´s favoritos ou pendrives com shows de suas bandas favoritas (rock é claro!), que a casa está disponibilizando um telão para a exibição dos mesmos.

Para isso, algumas normas e regras deverão ser seguidas e contamos com o apoio de todos, da equipe, funcionários, clientes e amigos.

Como irá funcionar:

- Restrição do atendimento ao público de 50% da capacidade;

- Fica proibido qualquer contato dos clientes com os alimentos que serão servidos a terceiros (sistemática de buffet, por exemplo).

- Disponibilização de álcool em gel (70%) na entrada do estabelecimento, sabão e toalha de papel nos sanitários, recomendação para que todos os clientes higienizem as mãos ao adentrar no estabelecimento;

- Fornecimento de refeições prontas para consumo, preferencialmente nas mesas, exigindo a utilização de máscaras pelos clientes enquanto não estiverem se alimentando;

- Adoção de distanciamento mínimo de 1,5 metros entre mesas e/ou clientes;

- Uso de máscaras por todos os colaboradores;

- Manutenção das janelas e portas abertas, priorizando a maior ventilação possível.

-Não esqueça de trazer sua máscara de casa.

Live Patifaria

A banda Patifaria entra no ritmo das lives solidárias.

Em época de ajudar, os queridos amigos da banda Patifaria, anunciam a sua live colaborativa, que irá ao ar no próximo dia 07 de maio, quinta-feira às 20:30, através do canal da banda no Youtube.

De quebra, para o povo que estiver acompanhando a live serão sorteados 10 Growlers de 1,5lt da Cherokee, 10 Classic Burguer da Bread Burguer e 10 Camisetas da Patifaria.

Vale ressaltar que a banda estará também arrecadando cestas básicas, alimentos não perecíveis e roupas de quem puder e quiser ajudar, sendo que posteriormente as doações serão encaminhadas para instituições beneficentes de Jaraguá do sul.

Ah! Inscreva-se no canal e ative as notificações para não perder a hora, aproveita e já coloca os vídeos da banda pra tocar lá e ir aquecendo!

Vamos embora que a litorina não espera.
Até semana que vem!