Durante a semana fui acompanhar meu pai até uma agência bancária para que ele recebesse sua aposentadoria. No estacionamento da agência um monte de coisas começou a passar pela minha cabeça, principalmente recordando os anos 90, quando comecei a trabalhar como office boy na empresa que era de propriedade dos meus pais.

Naquela época eu já dirigia e ia de carro realizar os “serviços de banco”. Deixava meu carro estacionado geralmente na lateral do Banco do Brasil, no tempo em que era permitido estacionar nos dois lados da Procópio, ou no estacionamento da Caixa Econômica, lembrando que naquele tempo, os estacionamentos das agências bancárias não eram cobrados.

Depois de arrumar um estacionamento, partia para a minha romaria diária, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Banco Nacional, Unibanco, Bamerindus, Meridional, Bradesco, BESC – Banco do Estado de Santa Catarina...em alguns deles, enfrentava fila, noutros, tinha o bendito malote que era deixado na agência e buscava no dia seguinte.

Naquele tempo as agências tinham entre dez a quinze caixas atendendo, diferente de hoje, em que as agências possuem no máximo entre três a quatro caixas. Acredito que se fosse nos dias de hoje, não conseguiria realizar todo o trabalho no tempo hábil. Uma coisa interessante, é que naquele tempo era permitido fumar dentro das agências bancárias, aliás, era permitido fumar em todos os lugares.

Lembro dos caixas com seus cinzeiros abarrotados de bitucas de cigarro e o povo fumando nas intermináveis filas no BESC. Outra coisa interessante, é que na época do Plano Collor, época em que os juros eram altíssimos e o bloqueio do dinheiro nas cadernetas de Poupança, provocou uma movimentação tão grande nos bancos que cheguei a pegar fila no lado de fora da agência do Banco do Brasil.

O tempo passou, a maioria desses bancos não existem mais, ficam então as saudades a experiência vivida e as boas lembranças dos bons tempos, as amizades conquistei nesse período, mas o que eu mais levo em consideração é que tudo isso serviu de base para eu ser quem sou hoje.

E o início desse processo de formação, aconteceu ali, justamente nas filas dos bancos, conversando com diversas pessoas, aprendendo a respeitar os outros e pacientemente esperando a minha vez.

 No Pirata

Uma das atrações do sábado no Pirata é a Legião Urbana cover de Curitiba.

Olha aí povo do rock, embarcação zarpando, na busca de mais um final de semana repleto de novas possibilidades, com muita música, cerveja gelada e a galera mais descolada do pedaço. Para dar o start a tudo isso, na sexta-feira (05), tem o som da banda Conexão Tâmisa que chega no convés do navio, trazendo consigo os maiores sucessos do POP Rock nacional e internacional.

No sábado (06), os amantes da Legião Urbana e dos Engenheiros, vão curtir um show daqueles, com o Legião Cover de Curitiba e Engenheiros Cover. Com certeza uma noite pra lá de especial.

Vale lembrar que a censura da casa é de 18 anos, sendo que menores devem ser acompanhados pelos pais. Obrigatória apresentação de documento com foto.

Maiores informações podem ser obtidas pelo fone: 47 98407 9266.

Rooster Empório

O rooster está com seu food truck instalado no Bananalama em Corupá.

O bar mais galo da cidade estará com suas portas fechadas neste final de semana pois estarão trabalhando na vizinha Corupá no Bananalama.

Mas fica aqui o convite, se você for dar umas esticadinha até a Capital da banana, apareçam no Rooster para saborear as delícias do cardápio da casa e de quebra, assistir a todas as atrações da tão badalada festa.

The John

A banda Mistureba vem com o melhor do rock no sábado no The John (foto Marcelo Luís)

Nesta sexta-feira (05), vai rolar TREË no The John, com o projeto HAVEMARIA, que vem trazendo seu set pra colocar o The John pra dançar e curtir uma noite mais do que especial.

No sábado (06), é a vez da MISTUREBA tocar na casinha, só para lembrar, os caras da Mistureba voltam ao palco do The John com seu rock clássico pra agitar toda uma geração de amantes do rock n'roll.

Fica assim combinado!

Bailinho da Rebeska

A 2ª edição do Bailinho da Rebeska agita a Patuá no próximo dia 13;

Patuá Music preparando mais um super agito para o próximo dia 13, com a 2ª edição do Bailinho da Rebeska. Ao povo que curte funk, uma pedida, pois para a noite estão sendo preparadas uma série de atrações para balançar as estruturas da Patuá.

As reservas de mesas e camarotes podem ser feitas através dos seguintes números: wpp (47) 99217-7358 /  (47) 99608-0916.

Mais detalhes na próxima semana.

Bazar Amoração

Bazar Amoração, vale colaborar!

Olha aí galera, para quem estava ansioso aguardando a nova edição do Bazar Amoração, ele acontece nos dias 05, 06, 12 e 13 de julho.

São peças novas e semi novas, calçados, acessórios, itens domésticos, brinquedos e muito mais. E tudo isso pode ser adquirido  no cartão de crédito.

Para quem não sabe, o bazar acontece na Casa São José, na Rua Guilherme Weege, 114 no centro de Jaraguá.

Vale colaborar!

Vamos embora, porque a litorina não espera.

Até semana que vem!