Você já deve ter lido em outra coluna de alguns dos meus colegas aqui da Warren que, quanto antes você começar a investir, melhor. O jovem de 25 anos que começa a poupar e investir mensalmente tem uma vantagem preciosa.

Essa vantagem se chama tempo, o dono dos juros compostos. Mas antes que você possa se desanimar, saiba que nunca é tarde para começar a pensar no futuro.

Trago essa reflexão em fatos, pois a expectativa de vida do brasileiro está, em média, nos 76,7 anos, contra uma expectativa de vida que era de 45,5 anos lá no ano de 1945. São 30 anos a mais de vida, 30 anos de histórias que podem ser escritas e de sonhos que ainda poderão ser realizados. E como você está se preparando para a vida longa?

Bom, o primeiro passo é cuidar da sua saúde, sem ela a conta não fecha. E a sua saúde financeira, está com o check-up em dia?

A educação financeira para a maioria dos brasileiros hoje, infelizmente, não é prioridade. Mas mudar a sua relação com o dinheiro só depende de você e não precisa ser um expert para fazer isso. Pense bem: passamos a maior parte da vida trocando o nosso tempo por uma remuneração, que é o nosso trabalho, a profissão que escolhemos. Essa remuneração nos proporciona a sobrevivência diária, sendo o pagamento da moradia, alimentação e educação.

Agora pense nos seus objetivos de vida, não apenas na sua sobrevivência: o que e como você quer viver? Em qual momento da sua vida você deseja trocar o seu tempo por novas experiências e hobbies, sem que o trabalho seja necessário?

Agora volte ao presente momento e analise bem quais são os seus hábitos. Reflita em como você pode começar a cuidar da sua saúde financeira. Proponho um exercício:

Reveja seu orçamento mensal: coloque na ponta do lápis ou em uma planilha quanto
você custa para sobreviver.

Gastos supérfluos: analise os demais custos. Gastos com prazer demais no agora pode atrapalhar o seu futuro, o que pode ser ajustado?

Adaptar os seus gastos ao seu salário atual traz um efeito imediato no planejamento financeiro, só depende de você. Mas a boa notícia é que aumentar a sua remuneração também só depende de você. E o que fazer? Invista em mais uma pós-graduação, aprenda outra língua, desenvolva novas habilidades, se relacione com outros ciclos sociais... a lista é grande.

Comece a investir: não existe valor mínimo para aplicar em bons investimentos – não mais. Na Warren, por exemplo, você investe a partir de R$ 100,00. O objetivo é democratizar o acesso ao mundo dos investimentos, ou seja, todo mundo pode!

E por fim, não espere sobrar dinheiro. ‘’Vou investir o que sobrou’’. Será que a sobra é o suficiente? Faça um esforço. O resultado virá na mesma proporção da sua dedicação.

Texto Ana Kamila, CFP® da Warren. E-mail ana.casagrande@warren.com.br.