Essa é daquelas perguntas que ouvimos bastante na infância. E geralmente, a resposta está na ponta da língua dos pequenos: quero ser bombeiro, médico, cozinheiro... Mas, se ao invés de profissões tradicionais, as respostas forem: “Quero ser um fazendeiro vertical”, ou “meu sonho é ser um curador de memórias pessoais”?

Nesse rol ainda poderiam aparecer profissões como construtor de jornadas de realidade aumentada, hacker genético, data detective... e por aí vai.

A realidade é que o mundo e o mercado de trabalho estão mudando muito rápido e, além das expertises técnicas, esse novo mundo tem exigido outras habilidades dos profissionais. Isso porque, nossas necessidades enquanto consumidores de produto, serviço e informação e nossa forma de ver o trabalho e trabalhar também estão mudando.

Segundo um estudo realizado pelo IFTF (Institute For The Future) para a Dell Technologies e que envolveu 3,8 mil líderes de negócios em 17 países, 85% das profissões de 2030 ainda não foram inventadas.

E, segundo o projeto Millenium, organização internacional que analisa cenários futuros, a tendência é que cada um invente seu próprio emprego, estimando-se que metade da população que trabalhará em 2050 será de autônomos.

As mudanças ainda envolvem o jeito de trabalhar e as competências exigidas. Segundo a plataforma Glassdoor, 43% das vagas ofertadas são para profissionais não técnicos e, de acordo com o último relatório anual do Linkedin, as tais softs skills (habilidades comportamentais) são algumas das competências mais solicitadas pelos empregadores, acompanhadas da flexibilidade de horários e trabalho remoto.

Observando essas tendências, a UniSociesc investe em metodologias inovadoras e internacionais para o desenvolvimento integral dos nossos alunos, preparando-os para esse novo jeito de trabalhar, em qualquer lugar e formato, seja físico ou digital.

O aluno é o protagonista da sua aprendizagem e nossos professores auxiliam no desenvolvimento de capacidades técnicas e comportamentais, conectando-o com o mercado e com o seu projeto de vida.

Tudo isso, amparado por um ecossistema de aprendizagem composto de salas invertidas, laboratórios diferenciados, acesso a programas de internacionalização, plataformas de gestão e conteúdo, entre tantos outros diferenciais.

E aí, qual profissional você quer ser? Acesse unisociesc.com.br/ecossistema e conheça as ferramentas para trilhar um caminho autenticamente seu.

Ana Paula Werka Rossa - Líder Corporativa de Relacionamento com o Aluno na Unisociesc, atua na área de educação desde 2005. É formada em Ciências Sociais e mestranda em Engenharia de Produção. | ana.rossa@unisociesc.com.br