A vida conturbada anda afastando o contato diário com a natureza. Estima-se que as pessoas fiquem, atualmente, cerca de 90% do dia em ambientes fechados, principalmente em escritórios, trabalhando.

Entendendo este cenário atual surge então o chamado Plantscaping, que muito mais que alocar plantas nos espaços internos, envolve a localização estratégica de espécies vegetais dentro de uma obra, buscando potencializar e destacar certos aspectos do projeto arquitetônico.

Casa Fy | Foto: Larry Sestrem

O Plantscaping é uma combinação de arte, design, psicologia ambiental e técnicas de cultivo para personalizar espaços internos de edifícios. É um jeito criativo de gerar um ambiente natural e emitir as sensações mais agradáveis, mesmo que em locais totalmente estéreis como escritórios.

Pesquisadores comprovaram, em pesquisas realizadas na Europa e nos Estados Unidos, que a produtividade e a criatividade das pessoas aumentam quando elas estão em meio às plantas. Diagnosticou-se que funcionários de empresas decoradas com espécies vivas tiveram menos doenças, como estresse, depressão, ou pressão arterial alta ao longo de sua carreira. A ideia está em criar ambientes mais bonitos, acolhedores e estimulantes.

Foto: Grant Harder

PJV Arquitetura

Saiba mais e fale conosco através de nosso site e redes sociais:

@pjvarquitetura

www.pjvarquitetura.com.br