A WEG foi uma das empresas ganhadoras do prêmio “Época NEGÓCIOS 360º” concedido pelo Revista Época Negócios.

Além do primeiro lugar no ranking geral do setor Mecânica e Metalurgia, a WEG também figurou a melhor posição em “Desempenho Financeiro”, “Inovação” e “Responsabilidade Socioambiental”.

O anuário faz uma análise profunda do desempenho das empresas no Brasil e aponta quais são as melhores.

A publicação se destaca por levar em conta não só o desempenho financeiro, mas por considerar dimensões de gestão dos negócios.

Este é o sexto ano consecutivo que a WEG recebe o primeiro lugar na categoria Mecânica e Metalurgia. O evento de premiação aconteceu na última quarta-feira, 24 de outubro, em São Paulo.

Na foto o diretor de RH e Relações Institucionais da WEG, Hilton José da Veiga Faria (E), recebeu o troféu de Aprígio Azevedo, tenente brigadeiro do ar.

O guia teve a parceria técnica da Fundação Dom Cabral, responsável pelos critérios e processamento dos questionários enviados às empresas, e da Boa Vista, para apuração dos dados financeiros.

Contou ainda com a colaboração da Economatica, para dados e rankings das companhias abertas.

Aciag fecha pauta

Faltando pouco mais de dois meses para o fim do ano, a Associação Empresarial de Guaramirim (Aciag) já está na reta final do cronograma de reuniões plenárias de 2018.

Os encontros semanais, que são também uma troca de experiências entre os empreendedores, seguem até o dia 19 de novembro.

Na próxima segunda-feira (29), as principais mudanças da reforma trabalhista serão o tema de uma palestra ministrada pelo advogado Romeo Piazera Junior.

Já no dia 12 de novembro, a programação conta com a apresentação do panorama sobre os trabalhos realizados pelos Bombeiros Voluntários de Guaramirim ao longo de 2018.

O movimento econômico de Guaramirim e da região encerram os encontros do ano no dia 19 de novembro. A reuniões plenárias têm início às 18h30 e são realizadas na sede da Aciag (rua 28 de Agosto, 890).

Juros do cartão aumentam 4,7%

Os consumidores que caíram no rotativo do cartão de crédito pagaram juros mais caros em setembro. A taxa média do rotativo subiu 4,7 pontos percentuais em relação a agosto, chegando a 278,7% ao ano. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (26) pelo Banco Central.

A taxa média é formada com base nos dados de consumidores adimplentes e inadimplentes. No caso do consumidor adimplente, que paga pelo menos o valor mínimo da fatura do cartão em dia, a taxa chegou a 259,9% ao ano em setembro, com aumento de 9,6 pontos percentual em relação a agosto.

Já a taxa cobrada dos consumidores que não pagaram ou atrasaram o pagamento mínimo da fatura (rotativo não regular) subiu 0,9 pontos percentuais, indo para 292,2% ao ano.

3% em setembro

O Índice de Preços ao Produtor (IPP), que mede a variação de preços de produtos industrializados na porta de saída das fábricas, registrou inflação de 2,93% em setembro. A taxa ficou acima do 0,86% de agosto deste ano e do 1,48% de setembro de 2017.

Segundo dados divulgados nesta sexta-feira (26) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o IPP acumula 14,02% no ano e 18,2% em 12 meses.

De agosto para setembro deste ano, entre as quatro grandes categorias econômicas, a maior inflação foi observada nos bens intermediários, isto é, os insumos industrializados usados no setor produtivo, cujos preços subiram 3,84%.

-

Quer receber as notícias no WhatsApp?