Em nova visita a Jaraguá do Sul na quarta-feira (2), a secretária de Assuntos Internacionais do governo do Estado Daniella Abreu, conheceu demandas da região quanto à inserção de pequenas e médias empresas no mercado global.

Daniella se reuniu com representantes da classe empresarial e da administração municipal, conheceu as estruturas do Instituto da Indústria Eggon João da Silva, mantido pela Federação das Indústrias (Fiesc), e do Novale Hub, que fazem parte do ecossistema de inovação do Vale do Itapocu.

No Instituto da Indústria, a secretária recebeu informações sobre projetos com foco em energias renováveis e mobilidade elétrica. Jefferson Galdino, gerente executivo do Senai e Sesi para as regiões do Vale do Itapocu e Planalto Norte, assinalou que os cursos são formatados de acordo com a matriz econômica e buscando atender demandas da indústria, assim como apoiar as novas vertentes de desenvolvimento.

Galdino explica que as informações sobre a metodologia de ensino, definição de ementas e do corpo docente conta, além dos profissionais da Instituto, com o suporte técnico de empresas como a WEG, apoiadora da iniciativa. Um dos primeiros cursos é o MBI em mobilidade elétrica e energias renováveis, com turma fechada, mas as projeções são de outros cursos que atenderão também áreas de negócios como têxtil, moveleira, automação, gestão de pessoas e construção civil.

O presidente da Acijs e do Centro Empresarial Luis Hufenüssler Leigue, enfatizou no encontro com Daniella Abreu a disposição das entidades que representam a indústria, comércio e serviços, atuarem juntas com o governo do Estado na elaboração de propostas que auxiliem as empresas a serem mais competitivas. Uma das dificuldades, acentuou, é com linhas de fomento voltadas ao microcrédito.

"Insistimos nesta questão porque entendemos que facilitar o acesso principalmente ao micro e pequeno empresário é uma necessidade mais do que urgente, não só no atual cenário em que muitos negócios precisam sobreviver à crise, mas pensando no pós-pandemia, que vai impactar a todos com uma economia que exigirá ainda mais criatividade dos empreendedores", reiterou.

Permanência do Pronampe

O presidente Jair Bolsonaro sancionou na quarta-feira (2), o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe), de iniciativa do senador catarinense Jorginho Mello (PL), com ampla atuação da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade (Sepec), do Ministério da Economia.

O programa nasceu como medida de auxílio às micro e pequenas empresas na crise causada pela Covid-19 e agora passa a ser uma política pública de crédito oficial e permanente, dada a relevância dos micro e pequenos empresários para uma economia próspera e saudável.

Pré-Sal

A Petrobras está aumentando de forma sustentável a parcela de petróleo do pré-sal utilizado nas suas refinarias, em consonância com as demandas e oportunidades do mercado nacional e internacional. Entre janeiro e abril de 2021, cerca de 55% do petróleo refinado teve origem no pré-sal brasileiro.

Nesse período, a companhia ultrapassou a marca de 1 milhão de barris diários processados de petróleo do pré-sal. Há 5 anos, os óleos do pré- sal representavam apenas 27% do volume de petróleo processado nas refinarias.

Isenção de impostos

Usado pelas unidades de saúde no enfrentamento à pandemia de Covid-19, o kit intubação passará a ser isento de Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) em sete estados: Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Santa Catarina e Tocantins. A decisão foi tomada pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que reúne os secretários de Fazenda dos 26 estados e do Distrito Federal.

O encontro ocorreu no começo da semana e divulgado depois pela Secretaria Especial de Fazenda do Ministério da Economia. A isenção de ICMS também foi estendida ao transporte desses equipamentos e às importações diretas feitas pela própria unidade de saúde.

Baby Shark

O excêntrico bilionário Sul-africano Elon Musk - dono das empresas Tesla, SpaceX e The Boring Company - novamente causou caos no mercado financeiro através de seus tuítes inusitados. As informações são do portal Olhar Digital.

O alvo da excentricidade de Musk na primeira semana de junho foi a canção "Baby Shark" - em resposta a um meme do desenho do Comedy Central South Park, que dizia que o vídeo da música no YouTube tinha “mais visualizações do que humanos”, Musk postou "Baby Shark crushes all!" (Bebê tubarão esmaga tudo) - o que levou as ações da editora Samsung Publishing, subsidiária da Samsung, a dispararem.