A produção física da indústria de Santa Catarina apresentou, em setembro, o primeiro crescimento mensal na comparação com o ano anterior desde o início da pandemia provocada pela Covid-19.

A conclusão é de um levantamento realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado pelo Observatório FIESC, nesta terça (10).

O levantamento mostra que no nono mês de 2020 o parque fabril catarinense produziu 7,6% a mais que no mesmo mês em 2019.

Esta foi a quarta maior elevação entres os estados brasileiros. O crescimento médio nacional entre os dois períodos foi de 3,4%. O setor de máquinas e equipamentos foi o que apresentou maior expansão, de 37,4%, seguido de máquinas, aparelhos e materiais elétricos, com 34,7%.

Apesar da alta de setembro, no acumulado dos nove primeiros meses de 2020, em comparação com o ano anterior, a produção industrial catarinense apresenta decréscimo –9,7%.

A média nacional também é negativa (-7,2%). Na comparação com agosto de 2020, a produção catarinense cresceu 4,5% e a média nacional, 2,6%.

São apenas mais três meses para tentar reverter o decréscimo na produção - e para se preparar para a realidade de 2021, com o fim do auxílio emergencial que ajudou a manter os níveis de consumo, e por consequência, o faturamento e a produção das indústrias.

No entanto, a situação macroecônomica nacional e global aponta para um fator de facilitação da produção.

Com o fim das incertezas eleitorais nos EUA, há um forte retorno de investimentos internacionais, e um recuo do dólar - o que deve facilitar a importação de insumos - e as pequenas indústrias tem registrado desempenho recorde.

A reabertura das atividades econômicas e a recuperação da economia ao longo do terceiro trimestre impulsionaram os resultados do Panorama da Pequena Indústria, da Confederação Nacional de Indústria (CNI).

Índices de desempenho e situação financeira tiveram alta, com destaque para o primeiro indicador, que registrou um recorde histórico em 52,3 pontos. A confiança e as perspectivas da pequena indústria, depois de sucessivas altas, oscilou negativamente em outubro.

O desempenho da pequena indústria, que no fim do trimestre anterior, em junho, estava em 41,3 pontos, abaixo da média histórica, iniciou o terceiro trimestre com alta significativa, saltando para 46,2 pontos em julho. N

os meses subsequentes passou para 49,7 pontos em agosto e alcançou 52,3 pontos em setembro, maior patamar da série histórica iniciada em janeiro de 2012.

Desburocratização

A retirada da exigência de licenciamento de importação (automático e não-automático) para 210 produtos pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério da Economia afeta produtos que juntos somaram cerca de US$ 5,6 bilhões em compras externas em 2019 - e a medida gera aos importadores uma economia de mais de R$ 23 milhões em taxas cobradas.

A informação foi apresentada pelo subsecretário de operações de comércio exterior, Renato Agostinho da Silva, durante live promovida pela Câmara de Comércio Exterior da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), nesta terça-feira (10).

Cartórios

Com 13 serventias, Santa Catarina é o quinto Estado com maior número de cartórios inscritos no Prêmio de Qualidade Total (PQTA), que conta com 151 serventias inscritas de 20 Estados.

Os resultados serão divulgados no próximo dia 18 de novembro, em Brasília (DF). Cada cartório participante passa por uma auditoria independente coordenada pela Associação Portuguesa de Certificação (APCER Brasil), com apoio da Corregedoria Nacional de Justiça (CNJ). Os Estados com maior número de inscrições são Bahia (28), Mato Grosso (19), Goiás (16) e Minas Gerais (16).

O evento é realizado pela Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg/BR), e a opção pela independência na auditoria, pela qual os inscritos passam, serve para atestar de forma efetiva a qualidade dos serviços oferecidos aos cidadãos: somente são premiados os que atendem requisitos previamente estabelecidos de excelência e qualidade na gestão organizacional e no atendimento aos usuários.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul