De acordo com estimativa da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), o PIB catarinense passou de um crescimento de 9,1% nos 12 meses encerrados em junho, para um crescimento de 9,8% nos 12 meses encerrados em setembro, na comparação com os respectivos períodos anteriores.

A porcentagem coloca Santa Catarina à frente de São Paulo e entre os maiores estados do País. Esse é um dos destaques do Boletim de Indicadores Econômico-Fiscais lançado na segunda-feira (6) com as atualizações econômicas do Estado.

“Somos reconhecidamente um estado pujante, com uma economia diversificada, referência em inovação e empreendedorismo. Temos saldo positivo de emprego, e a mais baixa taxa de desocupação do país. A meta agora é trabalhar para ampliar a oferta energética e o investimento em infraestrutura e logística para seguirmos competitivos na atração de empresas e das novas oportunidades que estão por vir com o fim da pandemia”, avalia o secretário do Desenvolvimento Econômico Sustentável, Luciano Buligon.

“Após a crise econômica no segundo trimestre do ano passado, marcada pelo isolamento social, pela redução da mobilidade e pela paralisação de amplos setores produtivos, os indicadores econômicos do Estado passaram a exibir uma recuperação gradual e rápida que se estendeu por todo o segundo semestre de 2020 e se intensificou ao longo de 2021”, complementa o economista da SDE, Paulo Zoldan.

Os serviços, um dos setores que impulsionou o crescimento do PIB, teve uma recuperação lenta e gradual a partir da segunda metade do ano, e passou a crescer mais rapidamente ao longo de 2021. Mas deve-se também, ao desempenho da indústria de transformação, que após forte retração no mesmo período, voltou a crescer, inclusive superando o nível de produção pré-pandemia.

Os serviços, setor de maior peso no PIB, cresceu 8,5%, sendo que o maior segmento, o comércio cresceu 10,6% nesse período. Já a indústria de transformação cresceu 16,9%, sendo que o único segmento dentro dela a retrair foi o da fabricação de Produtos Alimentícios (-10,3%).

Troféu

A Assembleia Legislativa de Santa Catarina realizou na noite de segunda-feira (6) a sessão especial da 11ª edição do Prêmio de Certificação e Troféu de Responsabilidade Social – Destaque SC. Foram premiadas organizações sem fins lucrativos, empresas privadas e públicas de todas as regiões catarinenses que se destacaram com ações nas áreas social e ambiental. Entre as empresas que receberam a honraria está a Cooperativa Juriti, de Massaranduba.

 

INSS

O Diário Oficial da União publicou, na quarta-feira (8), a Resolução nº 1.345, de 6 de dezembro de 2021, do Plenário do Conselho Nacional de Previdência Social, que recomenda ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) fixar o teto de juros ao mês, para as operações de empréstimo consignado em benefício previdenciário, em 2,14%, e para as operações realizadas por meio de cartão de crédito, em 3,06%.

Emprego

Com a abertura de 201,7 mil novos postos de trabalho, as micro e pequenas empresas foram as responsáveis por 79,7% das 253 mil vagas criadas no mês de outubro. O levantamento é do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Nos meses anteriores, segundo o Sebrae, esse percentual girava em torno de 70%.

Auxílio

A edição extra do Diário Oficial da União (DOU) de terça-feira (7) trouxe o texto da Medida Provisória (MP) 1.076 de 2021, que antecipa o pagamento do novo valor do Auxílio Brasil - programa social de distribuição de renda que substitui o antigo Bolsa Família.

O instrumento cria um benefício extraordinário que complementa as parcelas já previstas do Auxílio Brasil para o valor de R$ 400 divulgado pelo governo

 

Preços

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou na terça-feira (7) o Projeto de Lei (PL) 1.472/2021, que cria um programa para estabilização do preço do petróleo e derivados no Brasil. O projeto visa amortecer os impactos dos aumentos do preço do barril de petróleo e conter a alta nos preços dos combustíveis. O projeto prevê sobretaxação do petróleo para exportação quando o valor do barril estiver acima dos US$ 45 - estimulando assim a venda para o mercado interno quando houver alta da commodity.

Summit

Joinville recebe nesta quinta e sexta-feira (9 e 10) o Summit Cidades, organizado pela Fundação de Estudos e Pesquisas Socioeconômicos (Fepese). O objetivo é apresentar ideias, conceitos, práticas e projetos com o objetivo de tornar as cidades territórios inovadores, humanos, criativos e sustentáveis, promovendo a eficiência urbana.

Mínimo

O salário mínimo necessário para atender as necessidades básicas de uma família brasileira de quatro pessoas subiu para R$ 5.969,17 em novembro - o maior valor da história - segundo a Pesquisa Nacional da Cesta Básica de Alimentos, realizada mensalmente pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos). Esta é a oitava alta seguida do valor, 5,42 vezes maior que o piso nacional vigente, de R$ 1.100.