Boas novas a respeito da recuperação do país: o Índice de Clima Econômico do Brasil registrou, em janeiro, o primeiro índice positivo depois de três trimestres com patamar negativo, demonstrando um clima de otimismo em meio à nova gestão federal.

O indicador ficou em 3,6 pontos, em uma escala de 200 pontos (que varia de menos 100 a 100). Na última pesquisa, feita em outubro de 2018, a pontuação era de menos 33,9 pontos.

A última vez que o Brasil tinha registrado pontuação acima de zero havia sido em janeiro de 2018, com um índice de 4,3 pontos.

Na média dos últimos dez anos, no entanto, o país ainda apresenta pontuação negativa (menos 9,9 pontos). A pesquisa, realizada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), se baseia na avaliação de especialistas de economia do país.

O que puxou a melhora do indicador foi o Índice de Expectativas, que registrou 88 pontos em janeiro. Em outubro de 2018, a pontuação era de 25,9 pontos.

No entanto, o Índice da Situação Atual, apesar de apresentar melhora, continuou em patamar negativo em janeiro (-56 pontos). Em outubro do ano passado, a pontuação era de menos 77,8 pontos.

O tempo ainda deve revelar se os indicadores irão manter o ritmo de melhora ou se devemos novamente entrar em retração das perspectivas econômicas - no entanto, as chances de que o país entre em um clima econômico desastroso como o visto nos últimos anos do governo Dilma Rousseff e no governo de Michel Temer são ainda remotas.

Tarifa estável

O novo presidente da SCGÁS, Willian Anderson Lehmkuhl, projeta que em 2019, considerando as atuais cotações do câmbio e petróleo, a tarifa de gás natural deve se manter estável.

Essa sinalização beneficiará mais de 110 mil usuários do produto, principalmente as mais de 280 indústrias atendidas pela SCGÁS, que representam cerca de 60% do PIB estadual.

Softwares de gestão

A Consistem, de Jaraguá do Sul, adicionou mais uma empresa ao seu rol de clientes: entre as grandes marcas em todo o país, como Colcci, Trapp, Metalnox, Bilu, Indumak e CSM, agora está inclusa a Manatex Têxtil, de Brusque.

A jaraguaense fornece programas de gestão com funcionalidades que ajudam a potencializar as operações cotidianas da organização, de olho nas soluções que reduzem o tempo das operações e automatizam os processos.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?