Com mais um mês de bons resultados na economia, Santa Catarina contabilizou R$ 2,5 bilhões na arrecadação total em novembro, de acordo com dados da Secretaria de Estado da Fazenda (SEF).

Com ICMS, foram arrecadados R$ 2 bilhões, alta de 2% em relação ao mesmo mês em 2019.

“Ainda estamos em recuperação da crise causada pela pandemia no primeiro semestre. Contudo, com economia forte e engajamento do setor produtivo, Santa Catarina mostra que é capaz de vencer as adversidades e deverá encerrar este ano com saldo positivo”, declarou o governador Carlos Moisés da Silva.

O secretário da Fazenda, Paulo Eli, explicou que no último mês a arrecadação diminuiu em relação aos meses anteriores porque o Estado revogou a antecipação de alguns segmentos, como energia elétrica, combustíveis e telecomunicações.

“Com isso, a arrecadação será correspondente ao mês de fato, sem projeção”, enfatizou.

Além disso, o Poder Executivo autorizou o parcelamento do ICMS para o comércio varejista. Com isso, os comerciantes poderão pagar 70% do valor recolhido em dezembro até 10 de janeiro e os 30% restantes até 10 de fevereiro.

“Atendemos uma solicitação do varejo catarinense que, principalmente em função da crise, terá um prazo maior para recolhimento dos tributos. Ainda assim, tivemos crescimento em comparação com o ano passado”, esclareceu.

Entre os setores que mais cresceram no mês passado estão do de supermercados, com alta de 45%; seguido de materiais de construção, que subiu 42,8%; e do segmento de metalmecânico, cuja arrecadação subiu 24% em relação a novembro do ano passado.

Eli lembra que ainda há diversos setores impactados pela crise, entre os quais o ramo de hotelaria, restaurantes, atividades culturais e de lazer, além de feiras, eventos e educação privada.

“Temos uma expectativa positiva para a temporada de verão, mas a disponibilização da vacina será determinante para a celeridade da recuperação econômica”, reforçou.

IoT WEGnology

A WEG disponibilizou ao mercado a SandBox, uma versão gratuita da Plataforma IoT WEGnology® que permite acesso a diversas funcionalidades da solução, proporcionando aos usuários um ambiente completo para desenvolvimento de aplicações IoT, como configuração e comunicação com diversos dispositivos, criação de dashboards personalizados, programação low-code através de workflows, webhooks e muito mais.

A Plataforma IoT WEGnology® é uma poderosa ferramenta baseada em cloud computing, especialmente desenvolvida para criação de soluções conectadas.

A praticidade de utilização da ferramenta, seja para aplicações simples ou mais complexas, possibilita a criação de ecossistemas colaborativos, além de proporcionar a co-criação de soluções com foco na digitalização dos processos e ganhos de eficiência.

Pix e Banco do Brasil

O Banco do Brasil é o primeiro dos agentes arrecadadores a incorporar o PIX ao serviço de arrecadação prestado ao Governo Federal, serviço que está sob a gestão da Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil.

Com essa evolução, o Documento de Arrecadação de Receitas Federais (Darf), principal documento de arrecadação do Governo Federal, passará a ter um QR Code que permitirá o pagamento pelo PIX.

Nesta primeira fase, poderão pagar o Darf pelo PIX apenas as empresas obrigadas a entregar a Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais Previdenciários e de Outras Entidades e Fundos (DCTFWeb).

Efeito Black Friday

As vendas em lojas de rua e shopping centers de todo o país no fim de semana da Black Friday (27 a 29 de novembro de 2020) tiveram aumento de 6,1%, com relação ao mesmo período do ano anterior, de acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio.

Também houve crescimento de 0,6% na semana, de 23 a 27 de novembro, na análise de 25 a 29 do mesmo mês em 2019.

 

Telegram Jaraguá do Sul