"Cervejaria Stannis e Warren firmam parceria para lançar novo rótulo"

Foto Divulgação Foto Divulgação

Colunistas

Por: Pedro Leal

quinta-feira, 05:00 - 14/01/2021

Pedro Leal

A cervejaria Stannis, de Jaraguá do Sul, acaba de lançar uma nova cerveja, chamada Mary Wells.

O rótulo é fruto de uma conexão com a corretora digital de investimentos Warren e também representa uma equalização dos interesses e missão em comum de criar relacionamentos sinceros com os clientes.

De acordo com o Ceo da Warren, Tito, "a Stannis é uma empresa de apaixonados por entregar a melhor experiência para os clientes".

"Eles fazem isso através de um time incrível, com cultura forte e criando relações corretas com parceiros e fornecedores. Apesar da Warren ser uma empresa de um setor bem diferente, eu diria que somos quase idênticos, pois pensamos da mesma forma e nos inspiramos muito na Stannis”, aponta Tito.

O Ceo escolheu o nome Mary Wells Lawrence, para representar a executiva mais bem paga dos EUA nos anos 1960, que lutou contra as adversidades de um meio corporativo machista, assim se tornou a primeira CEO mulher a levar a empresa que fundou ao mercado de capitais.

Mary Wells é uma cerveja do estilo Saison, refrescante com aroma e sabor únicos, ideal para quem gosta de curtir o verão. A mistura de lúpulos com toque singular do gengibre confere a Mary Wells um equilíbrio com acidez do hibisco.

A nova cerveja pode ser encontrada em long neck de 355ml nos pontos de venda da Stannis em Blumenau, Jaraguá do Sul, Guaramirim e Curitiba.

Também é possível adquirir a novidade online, pelo site www.loja.stannis.com.

Concorrência de ônibus intermunicipais

A Lei 18.068/2021, sancionada pelo governador Carlos Moisés, foi publicada no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira (11).

Com a mudança, foi retirada a obrigatoriedade de comprovação da quantidade mínima da frota de ônibus e micro-ônibus para a obtenção de registro e renovações anuais.

Em suma, a lei que altera as exigências das empresas de transporte intermunicipal de passageiros em Santa Catarina para ampliar a concorrência no setor.

A legislação também possibilita que as empresas utilizem veículos com idade superior a 15 anos de fabricação desde que comprovem as condições de segurança exigidas, por meio de inspeção veicular emitida por entidade credenciada e com periodicidade anual.

Conforme o Projeto de Lei, de autoria dos deputados estaduais Coronel Mocellin e Jerry Comper, a medida vai possibilitar que empresas menores possam disputar o espaço, inclusive de linhas em regiões mais afastadas, onde o ônibus não opera.

“Ao permitir que mais empresas possam operar nas linhas, a disputa pelo passageiro aumenta. Com isso, o valor da tarifa reduz e o serviço melhora. É a mágica da livre concorrência", argumenta Mocellin.

Os serviços poderão ser efetuados desde que não incorram em prejuízo ao usuário e não comprometam a eficiência na operação da atividade.

Expectativa de mercado

Divulgada nesta quarta-feira (13), a nova publicação do Observatório Fiesc traz as expectativas de mercado para 2021, com base no relatório Focus, do Banco Central.

A autoridade monetária estima uma queda na produção industrial de 4,94% no ano de 2020, nível inferior ao apresentado no último relatório.

No que se refere ao PIB nacional, as estimativas dão conta para uma retração de 4,37%.

Para 2021, as expectativas para a produção industrial apresentam alta de 4,78%. O PIB nacional também apresenta estimativa de aumento de 3,21%, bem como a revisão da taxa Selic passou para 3,25% este ano.

Enquanto isso, a mediana das expectativas para a inflação demonstraram alta em relação à semana anterior, para 3,34% no ano. Essa porcentagem se mantém dentro da meta estipulada pelo Conselho Monetário Nacional.

Carne suína

Maior produtor nacional de carne suína, Santa Catarina segue ampliando mercados e consolidando sua presença internacional.

Em 2020, o agronegócio catarinense teve um aumento de 35% no faturamento com os embarques do produto, chegando a US$ 1,2 bilhão.

Esse é o melhor resultado da história. Os números são divulgados pelo Ministério da Economia e analisados pelo Centro de Socioeconomia e Planejamento Agrícola (Epagri/Cepa).

Auxílio emergencial

Cerca de 3,4 milhões de beneficiários do auxílio emergencial e do auxílio emergencial extensão nascidos em junho já podem sacar a última parcela do benefício.

Eles poderão sacar ou transferir os recursos da conta poupança social digital. Foram creditados cerca de R$ 2,5 bilhões para esse público nos ciclos 5 e 6 de pagamentos.

Desse total, R$ 2,2 bilhões são referentes às parcelas do auxílio emergencial extensão e o restante, cerca de R$ 300 milhões, às parcelas do auxílio emergencial.

O dinheiro havia sido depositado na conta poupança digital em 30 de novembro para os beneficiários do ciclo 5 e em 18 de dezembro para os beneficiários do ciclo 6.

 

Telegram Jaraguá do Sul

×