A Prefeitura de Jaraguá do Sul anunciou nesta semana a implementação de uma estrutura de apoio para pequenas e médias empresas e facilitar seu contato com grandes investidores.

Sob o nome de "Central do Empreendedor", a unidade funcionará no Centro Administrativo Municipal, na Barra do Rio Molha. A previsão é que a unidade entre em operação ainda no mês de junho

A informação foi confirmada pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Inovação, Neivor Bussolaro.

Inicialmente haverá duas funcionárias capacitadas para atender todas as necessidades do empreendedor. Tirando dúvidas, fazendo triagem de documentos e encaminhamentos, fazendo a intermediação quando houver alguma questão mais complicada.

"O empreendedor chegando à sala, sendo ele tanto de fora como do nosso município, será atendido de forma personalizada. A ideia é que não saiam daqui antes de ter seu problema, no mínimo, bem encaminhado", completa o diretor da pasta, Ricardo Amádio.

Bussolaro destaca que a Central, que deve entrar em atividade ainda em junho, também pretende, entre outros fatores, reduzir o tempo da abertura de empresas de médio e alto risco.

"Estamos trabalhando desde o início da gestão na desburocratização onde a gente percebia a angústia de quem queria investir em Jaraguá, mas sempre tinha as suas dificuldades para abrir sua empresa. Havia muitos gargalos. Então, em parcerias com outras secretarias montamos um grupo denominado PróEmpresa e iniciamos uma mudança profunda de procedimentos e cultura", comenta.

Santas Casas

O Ministério da Saúde liberou nesta quarta-feira (3) R$ 1,66 bilhão referente à 2ª parcela do auxílio financeiro emergencial de R$ 2,2 bilhões às santas casas e aos hospitais filantrópicos sem fins lucrativos, com o objetivo de atuar no controle do avanço da pandemia da covid-19.

O dinheiro é direcionado para a compra de medicamentos, suprimentos, insumos e produtos hospitalares para o atendimento adequado aos pacientes, segundo informação do ministério.

Impostos

A carga tributária brasileira já drenou do bolso do contribuinte um total de R$ 873,65 bilhões, de acordo com dados do Impostômetro, mantido pela Associação Comercial de São Paulo. Contabilizando apenas os impostos municipais, Jaraguá do Sul já pagou R$ 104,513 milhões em tributos.

Segundo uma reportagem do jornal Metro, de São Paulo, os primeiros 151 dias do ano efetivamente foram integralmente dedicados ao pagamento de impostos.

O país conta com a 9ª maior carga tributária do globo, mas está em 79º lugar em termos do Índice de Desenvolvimento Humano, com um IDH de 0,761 e um dos piores retornos dos tributos pagos em termos de serviços públicos.

Leilão em Massaranduba

A Prefeitura de Massaranduba realizará no dia 25 de junho um leilão público de bens móveis inservíveis, que são os itens que não têm mais utilidade para a Administração, o que não significa que estejam necessariamente deteriorados.

A ação terá início às 9h e acontecerá simultaneamente de forma presencial no auditório da Secretaria de Educação (Rua 25 de Julho, 1015, Centro) ou online, através do site Serpa Leilões, onde também está disponível o edital completo.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul