Indicadores demonstrando o crescimento do número de novos empreendimentos sempre são favoráveis como termômetro da atividade econômica, como é o caso dos números divulgados pelo Serasa Experian, apontando um novo Micro Empreendedor Individual (MEI) a cada dois segundos no país.

A avaliação é do presidente da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs) e do Centro Empresarial de Jaraguá do Sul (Cejas), Luis Hufenüssler Leigue, mas no caso dos MEIs, esse é um movimento que precisa de atenção quando se trata da sustentabilidade dos negócios.

Para o empresário, o avanço na 'pejotização' – termo que caracteriza a criação de figuras jurídicas em vários segmentos - é uma demonstração de que a economia se renova e, diante das dificuldades, se apoia por vezes na criatividade de pessoas que ao perderem seus empregos buscam alternativas de renda.

Ele cita que o surgimento de mais empreendedores individuais no país vem se acentuando com as mudanças na legislação trabalhista, ampliando-se agora como reflexo da pandemia. Setores como o de informática que se vale, principalmente, da internet, ganharam mais impulso e levou muitos profissionais a abrirem seus próprios negócios.

"Com as restrições que a pandemia trouxe, a prestação de serviços em novos formatos deu maior escala para os micros e pequenos empreendedores. É importante que se dê a estrutura para sustentar esse crescimento", assinala Luis Leigue.

Dentre as questões mais urgentes, aponta Leigue, está o acesso a crédito e a programas que auxiliem a melhoria da gestão, tema de pauta permanente da Acijs.

"As micro e pequenas empresas são as que primeiro sentem os efeitos de uma crise, é o setor que mais precisa de apoio, mas nem sempre o dinheiro está acessível e no caso dos MEIs essa é uma situação ainda mais crítica porque muitas vezes esses empreendedores não têm garantias a oferecer às instituições de crédito, sejam ligadas ao governo ou ao sistema financeiro privado", reitera.

Documento único

O Plenário do Senado aprovou na terça-feira (28), em votação simbólica, o projeto de lei que estabelece que o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) será o “número único e suficiente” para identificação do cidadão brasileiro em todos os bancos de dados do poder público (PL 1.422/2019 ). As informações são da Agência Senado.

Caminhoneiros

Diante a um novo aumento no preço do diesel, anunciado nesta terça (28), o Conselho Nacional de Transporte Rodoviário de Cargas (CNTRC) volta a discutir uma possível paralisação da categoria. De acordo com o presidente do conselho, Plinio Dias, o assunto será tratado na reunião do CNTRC agendada para outubro. A informação foi publicada pelo colunista Chico Alves, do UOL.

Estações de recarga

A WEG anunciou na terça-feira (28) a assinatura do acordo de homologação para ser a fornecedora certificada e qualificada da Peugeot para venda e instalação de estações de recarga para veículos elétricos. O anúncio foi oficializado pela montadora durante o lançamento do novo veículo elétrico E-208 GT da Peugeot.

Pecuária

A Produção da Pecuária Municipal 2020, divulgada na quarta-feira (29), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que o valor de produção dos principais produtos pecuários cresceu 27,1% em 2020, chegando a R$ 75,5 bilhões.

Internacionalização

O International Competitiveness (Intercomp), programa de internacionalização da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc), sensibilizou 964 indústrias e alcançou 2,8 mil participantes nos eventos desde o seu lançamento no final de 2018. As informações foram apresentadas pela presidente da Câmara de Comércio Exterior da Fiesc, Maria Teresa Bustamante, durante live realizada em conjunto com a Apex-Brasil, na terça-feira.

Recuo [1]

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV) recuou 6,8 pontos em setembro, para 94,1 pontos, menor nível desde maio deste ano (93,7 pontos). Em médias móveis trimestrais, o indicador voltou a cair (0,6 ponto) depois de quatro altas consecutivas.

Recuo [2]

O Índice de Confiança de Serviços (ICS), do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV), caiu dois pontos em setembro, para 97,3 pontos, interrompendo a sequência de cinco altas consecutivas. Em médias móveis trimestrais, o índice ainda manteve o resultado positivo, avançando 1,2 ponto.

Pix

A partir de 16 de novembro, as instituições financeiras poderão bloquear o recebimento de transferências via Pix a pessoas físicas por até 72 horas, caso haja suspeita que a conta beneficiada seja usada para fraudes. A medida consta de resolução publicada na terça-feira (28) pelo Banco Central (BC), com medidas adicionais de segurança para o sistema instantâneo de pagamentos.