O economista, ex-executivo da WEG e presidente da Rede OCP News, Walter Janssen Neto, assinou ficha no Partido Novo. O empresário afirma que tomou a decisão por ser um entusiasta das ideias do Novo, como mudanças no cenário político, necessidade de imprimir um modelo de gestão mais eficiente ao país e reduzir os custos da máquina pública, sendo também um crítico das regalias das quais os políticos com cargo fazem uso, como um número exagerado de assessores e gasto indiscriminado de diárias.

Ele também defende a necessidade das pessoas insatisfeitas com a situação atual participarem efetivamente da política. “O cidadão brasileiro está cansado de tanta corrupção, promessas não cumpridas e falta de eficiência na gestão dos recursos públicos. Algumas atitudes chegam a ser deboche. Mas temos que sair da comodidade, de ficar na poltrona e nas redes sociais reclamando para nos tornarmos parte da mudança que desejamos. Acredito que com a experiência que adquiri nessa jornada posso dar minha contribuição”, declarou à coluna, confirmando a filiação.

Walter Janssen tem 60 anos, é formado em economia, atua como membro do conselho de administração de empresas como a Grendene e a Intelbras, tem especialização em governança corporativa pelas Universidades de Stanford, Chicago Business School e Wharton School, trabalhou por mais de 30 anos na WEG e foi presidente do grupo nos Estados Unidos.

Candidato à presidência

O Partido Novo conseguiu o registro no fim de 2015 e no ano seguinte elegeu quatro vereadores. Eles cortaram em 70% a quantidade de assessores e 50% das verbas de gabinete. Entre os focos da sigla este ano estão a eleição para o Congresso Nacional e para presidência da República. O engenheiro e administrador João Amoêdo, que no último fim de semana esteve em Florianópolis apresentando suas propostas, é o pré-candidato do partido. Nas redes sociais, já tem meio milhão de seguidores. Entre as propostas do Novo estão a diminuição da carga tributária, privatizações de empresas e foco do poder público na prestação de serviços de qualidade em saúde, educação e segurança.

O Novo também faz eco à sugestão do Banco Mundial de que a faculdade pública cobre mensalidade de quem tiver condições financeiras de pagar para investir mais no ensino fundamental. Hoje, o ensino superior consome em média 60% das verbas destinadas à educação no país. O Novo aumentou em 20% as filiações no último mês. Outra liderança catarinense que passou a fazer parte do partido foi Tito Schmitt, vice-presidente da Fiesc.

Na sede do OCP

A senadora Ana Amélia Lemos, do PP, esteve na redação do OCP News, ontem. Estava acompanhada do ex-prefeito Dieter Janssen, para quem fez campanha em 2012, e foi recebida pelo presidente da rede, Walter Janssen Neto. A gaúcha foi sabatinada por nossos repórteres durante mais de uma hora, atraindo internautas do país inteiro.

Amôedo pode vir a Jaraguá

Walter Janssen Neto está intermediando a vinda de João Amoêdo a Jaraguá do Sul. A ideia é fazer um encontro na Scar ou no Cejas para que o pré-candidato possa apresentar suas propostas e as diretrizes do Novo.

Em foco:

  • O deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB), em conversa com o secretário municipal de Saúde de Jaraguá do Sul, Jonas Schimidt (DEM), pediu agilidade nos trâmites de um convênio do InvestSaú- de no valor de R$ 412 mil.
  • O recurso foi indicação de Caropreso, durante sua gestão na Secretaria de Estado da Saúde, e é direcionado à compra de equipamentos para os postos do município.
  • O vereador Jaime Negherbon (PMDB) é autor de indicação que sugere a isenção do IPTU para imóveis tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O objetivo é equiparar os imóveis tombados pelo Iphan, órgão federal, com os tombados pela Prefeitura de Jaraguá do Sul e pelo Estado. A proposição foi aprovada pela Câmara.
  • O prefeito de Joinville, Udo Döhler (PMDB), deve anunciar nesta semana se vai renunciar ao cargo para concorrer ao governo do Estado.
  • Luís Antônio Chiodini (PP) abre a semana na Prefeitura de Guaramirim sempre atendendo a comunidade. Ele contabilizou em uma segunda-feira 73 atendimentos. Do total, apenas dois eram de moradores com reivindicações para a comunidade, sete eram para esclarecimentos e o restante, 64, eram pedidos pessoais, como pagamento da conta de água, luz, medicamento, vaga de emprego e etc...
  • No encontro com João Amoêdo, sábado em Florianópolis, foram apresentados os pré-candidatos do Novo para as eleições de outubro, entre eles, o jaraguaense Leandro Schmöckel Gonçalves, que deve concorrer a uma vaga na Câmara Federal.
  • O prefeito Antídio Lunelli fez ontem à noite, na reunião mensal do PMDB, a prestação de contas de 2017. A revista com as ações e balanço do segundo semestre do ano passado está sendo entregue em todas as residências do municí- pio. Lunelli ressalta que o material atende à proposta de transparência pregada durante toda a campanha.
  • Pré-candidato a deputado federal, Carlos Chiodini (PMDB) cumpre agenda agitada. No fim de semana participou de diversos eventos; entre eles prestação de contas em Corupá, evento ao lado de Mauro Mariani em Rio Negrinho, Festa da Ovelha em Campo Alegre e a inauguração a Cervejaria Stannis, em Jaraguá do Sul.