A noite de terça-feira (14), véspera de feriado da Proclamação da República, foi de agitação na cena política em Jaraguá do Sul. Acompanhado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Carlos Chiodini, do prefeito Antídio Lunelli e do staff do PMDB no município, o vice-governador Eduardo Pinho Moreira circulou pelos pavilhões da 29ª Schützenfest. Em uma rápida entrevista à coluna, elogiou a organização e o espírito familiar da festa e disse que a interação do prefeito com a comunidade é mostra do bom momento do governo.

Embora avalie que as possíveis candidaturas e alianças postas até aqui não passem de especulação e cite o senador Luiz Henrique da Silveira, morto em maio de 2015 para prever que até as convenções “o rio Amazonas inteiro vai passar por debaixo dessa ponte”, Pinho Moreira diz que em dezembro pelo menos duas questões devem ficar claras: a data de renúncia do governador Raimundo Colombo (PSD) e sua própria posse no comando do Estado, não descartando também se candidatar ao Senado dependendo das alianças.

Colombo tem dito que deve renunciar em abril para concorrer a senador, mas nos bastidores a intenção do PMDB é antecipar para janeiro a troca de cadeiras. Com isso, Pinho Moreira assumiria o governo e ficaria fora da disputa eleitoral. O jogo de xadrez já está sendo jogado.

Aliança com PSD

Apesar da aproximação pública entre PSD e PP e da pré-candidatura do deputado estadual Gelson Merisio ao governo do Estado, com aval de Colombo, Pinho Moreira voltou a afirmar que o PMDB espera na eleição de 2018 reciprocidade pelos pleitos de 2014 e 2010. “A única coisa certa é que o PMDB vai ter candidato ao governo do Estado. Abrimos mão duas vezes, votamos no Colombo duas vezes. Agora, esperamos esse aceno do PSD.” Há uma semana, também em entrevista à coluna, Colombo não descartou essa possibilidade. Disse que agora é tempo de conversar e construir pontes.

Destaque da economia

Com apenas 35 anos, o deputado estadual licenciado e secretário estadual Carlos Chiodini é, segundo Pinho Moreira, um dos maiores destaques do governo do Estado. O vice-governador cita dados da economia para reforçar a tese. Santa Catarina tem a menor taxa de desemprego do país, de 7,5%, e tem atuado para atrair novos negócios e diversificar as atividades, como, por exemplo, com a implantação dos Centros de Inovação.

PPA é aprovado

Os vereadores de Jaraguá do Sul aprovaram na terça-feira, por unanimidade, o Plano Plurianual do Município (PPA) para o quadriênio 2018 – 2021. O planejamento é a ação, no início de uma administração, no qual se definem os macro-objetivos e as diretrizes que nortearão a definição das políticas públicas do governo para que se possa planejar os programas a serem desenvolvidos na busca dos resultados desejados.

Primeiro ministro

Ao discursar na Schützenfest, o prefeito Antídio Lunelli rasgou elogios a sua equipe e chamou o secretário de Administração, Argos Burgardt, de “meu primeiro ministro”. Na articulação e retaguarda, reconhecimento a Emanuela Wolff.