Falta de notas fiscais, ausência de comprovação das atividades e prestação de contas fora do prazo foram alguns dos motivos citados pelos integrantes de uma comissão especial que analisou a aplicação de recursos distribuídos através do Fundo Municipal de Cultura, nas edições de 2013, 2014 e 2015.

Cerca de R$ 1,1 milhão foram divididos apenas em 2014 para aplicação de 84 projetos selecionados através de edital.

A iniciativa envolve financiamento para projetos de patrimônio histórico-cultural edificado e para as diferentes áreas artísticas como, artes visuais, artes cênicas, música, literatura etc., com propostas que variam de R$ 20 mil a R$ 45 mil.

De um total de 113 prestações de contas, em 43 foram encontradas inconsistências, algumas detalhes técnicos que podem ser corrigidos, outras, porém, graves, como a não realização da atividade pretendida e para qual foi destinado recurso público.

Segundo a presidente do Conselho de Cultura, Silvio Kitta, os relatórios ainda serão avaliados mais uma vez e depois encaminhados para a Secretaria de Cultura e para Controladoria para providências cabíveis, que envolve, inclusive, o pedido de devolução da verba.

Os problemas encontrados geraram mudanças na fiscalização do Fundo de Cultura. Sem edição em 2017, o fundo recebeu neste ano 58 inscrições e prevê um investimento de R$ 615 mil nas iniciativas.

Segundo Silvia Kitta, uma das mudanças é que todas as propostas selecionadas serão acompanhadas. “Não queremos prejudicar a cultura, pelo contrário, queremos garantir que ela chegue à população”, diz.

Bertoldi vai?

O ex-prefeito Moacir Bertoldi pode ter como destino o PSL. Médico pediatra, ele foi cabo eleitoral do deputado federal eleito Fabio Schiochet.

Aliás, o PSL segue firme e forte no objetivo de aumentar de tamanho após o sucesso nas urnas.

A intenção de Bertoldi é tentar voltar ao paço em 2020. Ele teria apoio também de Vicente Caropreso (PSDB).

Reconhecimento pela filantropia

O deputado estadual Vicente Caropreso (PSDB) homenageou o industrial Wandér Weege, com a entrega da Comenda do Legislativo Catarinense, no Plenário Osni Régis, em Florianópolis.

A honraria foi entregue a 38 personalidades reconhecidas por contribuírem para o desenvolvimento do estado.

Segundo Caropreso, a lembrança ao empresário jaraguaense é em função do seu trabalho como filantropo.  “Entre as ações sociais do senhor Wandér, estão os milhares de bebês que vieram ao mundo na ala Laurita Weege do Hospital e Maternidade Jaraguá.

Um ativo apoiador de entidades que protegem crianças e deficientes, um entusiasta da tecnologia na educação e formação de colaboradores e também um patrono quando o assunto é cultura”. O industrial foi representado pelo diretor fiscal e tributário do Grupo Malwee, Jair Venturi.

Chiodini avalia situação

O prefeito de Guaramirim, Luís Antônio Chiodini (PP), retornou de férias com uma lista de assuntos para resolver. Entre eles, está a situação do hospital Santo Antônio.

O aumento da demanda é muito expressivo, passou de uma média mensal de 1.800 atendimentos para 6 mil. Pacientes de Jaraguá do Sul, Schroeder e Joinville engrossam a fila.

Em dezembro, deve ser conhecida a O.S que irá administrar a unidade.

A mesa

Tudo leva a crer que o acordo firmado em 2016 será cumprido e que Marcelindo Gruner (PTB) será eleito, em dezembro, presidente da Câmara.

Porém, já há movimentação do bloco da oposição querendo estragar a festa. Um dos candidatos pelo outro lado é Ademar Winter (PSDB).

Celestino no ninho

E as eleições de 2020 seguem agitando o cenário político. Dessa vez, a informação é que Celestino Klinkosky (PP) deve ir para o PSDB.

O vereador ajudou, inclusive, Vicente Caropreso na reeleição para Assembleia Legislativa.

Mudança na Câmara

Os governistas avaliam o peso que terá a Câmara em 2019 já prevendo as articulações políticas para 2020. Por isso, não está descartado o retorno de Natália Petry (MDB) para Câmara depois da saída dela da Fesporte.

Secretário de Educação, Rogério Jung (MDB) também pode ser chamado. Nesse caso, teriam que abandonar as cadeiras de suplente Jaime Negherbon e Jackson Ávila.

Obras amplia horários

A Prefeitura de Jaraguá do Sul anunciou a ampliação de alguns horários de trabalho na Secretaria de Obras. A ordem é aproveitar o tempo bom – enquanto durar- e o horário de verão, para atender a demanda represada.

Homenagem

A Câmara de Vereadores realiza sessão solene nesta terça-feira, às 19h, para lembrar o Dia da Consciência Negra. A homenagem será recebida por Everaldo Correa, presidente de honra da Coneja.

Emissão suspensa

Problemas técnicos levaram a Prefeitura anunciar a suspensão nos encaminhamentos de solicitações de carteiras de trabalho. A previsão é que o serviço seja normalizado apenas no começo de dezembro.

MDB adia convenções

A Executiva Nacional do MDB prorrogou por 150 dias os atuais mandatos das Executivas Estaduais. Com isso, o MDB de Santa Catarina deve realizar sua convenção somente no final de maio de 2019. O presidente atual, deputado Mauro Mariani, segue no comando do partido até lá.

A mudança de data pode favorecer Carlos Chiodini, um dos nomes cotados para comandar a renovação da sigla. Hoje, seria difícil para o jaraguaense entrar em uma disputa com o governador Eduardo Pinho Moreira, mas no próximo ano, as forças se invertem.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?