Quem não lembra ou ouviu falar do Salão Cristo Rei? Esta edição do OCP, de nº 1.198, de 13 de novembro de 1943, tornava público o projeto do que viria a ser o majestoso prédio do salão paroquial.

Um marco arquitetônico para a época. O lançamento da pedra fundamental se daria no ano seguinte, em 16 de abril de 1944, com solenidade e benção do Bispo Diocesano D. Pio de Freitas, conforme publicado na edição do OCP nº 1.219, de 15 de abril de 1944.

O prédio foi construído com o propósito de espaço multiuso, embora tenha sido imortalizado pela juventude dos anos 70. Particularmente, vivenciei os últimos anos do Salão Cristo Rei, quando aqui cheguei em 1978.

Hoje, do histórico prédio, que se situava ao lado da Igreja Matriz, ficou a memória, compartilhada com o ‘operoso’ Padre Alberto Jacobs, pároco da Paróquia São Sebastião durante os anos de 1934 a 1954.

Dentre os relevantes legados deste obreiro de Deus, merecem destaque a reforma e reaparelhamento do Hospital São José; a construção do Salão Cristo Rei; seu envolvimento com o ensino na remodelação e desdobramento da antiga Escola Paroquial em áreas separadas para meninos e meninas (meninos no São Luís e meninas no Divina Providência); entre outras contribuições.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?