Orgulhosamente, Jaraguá do Sul possui um padrão elevado de sociedade organizada, colaborativa e solidária. Essa característica nos faz diferenciados. Por aqui, compartilhamos de uma consciência mais acurada de unidade social e virtude cidadã. Isso nos faz assimilar melhor o conceito de voluntariado definido pela Declaração Universal do Voluntariado, aprovada pela International Association for Volunteer Effort, em 1990, como sendo “uma escolha e motivação pessoal, livremente assumida, como forma de estimular a cidadania e o envolvimento comunitário, visando à valorização do potencial humano, à qualidade de vida e à solidariedade”.

Nosso terreno é fértil e nele brotam projetos e ações sociais, cuja missão essencial, é assegurar dignidade humana. Há uma diversidade de ‘cases’ em atividade em nosso município que merecem ser enaltecidos, porém, hoje queremos nos reportar à Casa São José. Um local que oferece abrigo para acompanhantes de pessoas que se encontram em tratamento no Hospital São José, bem como, aqueles em tratamento ambulatorial nos hospitais de Jaraguá. Tendo em vista essas pessoas serem de outras cidades, e não disporem de recursos financeiros para hospedagem, necessitam de um lugar temporário para ficar. Eles encontram na Casa São José esse lar passageiro, mas, acolhedor.

Este espaço é gerido pela Associação de Voluntários do Hospital São José (AVSJ), e sustentado com eventos e doações. Logo, essa causa social não tem um dono. Ela é da comunidade. Se apoia na boa vontade e generosidade de todos. Então, que essa nossa energia continue se disseminando e nunca se esgote. Que nossa consciência coletiva se mantenha orientada no princípio de que “ser servido sem servir, é apenas existir”. Nossa Casa São José é um exemplo porque é amparada por uma comunidade que serve.