Olá, amigos cervejeiros e amantes da boa cerveja! Começamos 2020 a todo vapor, ou melhor, com muita cerveja! Este ano, as cervejarias artesanais de Jaraguá prometem boas novidades em nossa cidade e região.

Janeiro muito calor e verão, já fevereiro será considerado o mês da cerveja em Jaraguá do Sul, e em março estaremos no Festival Brasileiro da Cerveja, em Blumenau. E assim seguirá o ano com grandes eventos e lançamentos de novos produtos e serviços.

Para começar bem o verão, a Cervejaria Maestro lançou como novidade uma Catharina Sour de morango, que já está disponível no Stannis Tap e no Ruella Food Park. Os morangos foram produzidos no Bairro Rio Cerro, em Jaraguá do Sul, e colhidos no mês de dezembro. Em nossa receita utilizamos aproximadamente 1 kg de morango por litro de cerveja produzida. Ela possui graduação alcoólica de 4% e 4 de IBU.

Trata-se de uma cerveja refrescante, leve e ácida, que combina com o verão brasileiro e harmoniza com pratos leves à base de peixes e camarões empanados ou ceviche.

Lembramos que já produzimos a Catharina Sour com figo e canela e também a de uvaia e manjericão, que foi um sucesso no Festival Brasileiro da Cerveja de 2019. Ou seja, com morango é a nossa terceira cerveja neste estilo muito apreciado no verão.

História da Catharina Sour

Desde 2015, as cervejarias de Santa Catarina começaram a fazer versões baseadas no estilo Berliner Weisse, com o sabor de frutas como diferencial. A novidade agradou e, no ano seguinte, a Associação das Micro Cervejarias Artesanais de Santa Catarina unificou as cervejarias em um workshop que definiu os critérios técnicos e conceituais da Catharina Sour.

A Konigs Bier foi uma dessas precursoras, tanto que criou sua premiadíssima com maçã e canela. O nome “Catharina” vem do estado de Santa Catarina, mais uma marca que identifica a origem do estilo brasileiro. Hoje em dia, outras cervejarias – inclusive de fora do estado – já fabricam cervejas deste estilo. (Fonte: Cerveja & Gastronomia).

Características

Tecnicamente, a Catharina Sour é uma cerveja de trigo clara, refrescante, com uma acidez láctica limpa, adição de frutas e um nível alto de carbonatação. "O sabor e aroma de frutas apoiam a acidez e não deve parecer artificial. O caráter de funky de brettanomyces é restringido. Pode conter especiarias para complementar o sabor da fruta", explica Lapolli, presidente da Abracerva.

Portanto, para começar bem 2020 apreciando o verão e provando boas cervejas, vá de Catharina Sour Maestro!

Se for dirigir não beba! Produto destinado para maiores de 18 anos. Seja consciente!

Maestros Cervejeiros
Fábio Stein, Júlio Silva e Sidnei Ramthun
maestro@cervejamaestro.com.br
www.cervejamaestro.com.br
(47) 3054-4480