Foto Freepik
Foto Freepik

Acho que se eu fosse ranquear no consultório quais são as perguntas mais frequentes, uma das cinco mais célebres seria: “Quando é o meu período fértil?”. E antes de eu explicar sobre o período fértil, deixa eu relembrá-los que, quem usa método hormonal para anticoncepção como pílula, injeção, adesivo, anel vaginal ou implantes subdérmicos não tem período fértil.

O objetivo desses anticoncepcionais é justamente você não ter período fértil para então não poder engravidar. Sendo assim, só tem período fértil quem não usa esses métodos, ok?

O período fértil dura em torno de 10 dias: 5 dias antes da ovulação e 5 dias após a ovulação. Mas a janela de oportunidade para conseguir engravidar é muito menor! O óvulo fica disponível apenas por 24 horas para ser fecundado, e o espermatozoide pode viver no trato genital feminino por até 48 horas.

Ou seja, a mulher pode ser fecundada se tiver relações entre 48 horas antes da ovulação até 24 horas após a ovulação, somando tudo são três dias! Entenderam porque não é tão fácil engravidar? Podemos identificar o período fértil de algumas maneiras, e eu vou expô-las a vocês.

De forma geral, a ovulação acontece no meio do ciclo, então de forma bem generalizada pode-se estimar que se você tem 28 dias de ciclo, a ovulação aconteceria por volta do 14º dia. Isso seria uma estimativa, mas nem sempre é assim, ciclos normais duram em torno de 25 a 35 dias, mas há mulheres com ciclos mais longos, por isso que repito que há necessidade de anotar em algum lugar sua menstruação.

Algumas mulheres sentem uma dor na barriga, mais para a direita ou mais para a esquerda quando ovulam, isso é chamado de sinal de mittelschmerz (tradução do alemão - “dor da metade”). Mas, caso você não sinta essa dor, não se preocupe, não é toda mulher que sente mesmo.

Você pode estimar o período fértil levando em consideração o seu ciclo menstrual. Marque 6 meses de ciclo menstrual (sem uso de anticoncepcional, tá?) pegue o ciclo com maior número de dias, e subtraia desse número o valor de 11, e do ciclo mais curto subtraia 18. Esses dias serão seu período fértil.

Exemplo: ciclos menstruais - 30 dias, 32 dias, 27 dias, 29 dias, 28 dias, 25 dias. Ciclo mais curto: 25 dias menos 18 = 7. Ciclo mais longo: 32 dias menos 11 = 21. O período fértil é entre o 7º dia e 21º dia. Quanto maior a diferença de duração de ciclos, maior o período fértil, quanto mais regular a mulher (ciclos com número dias parecidos) menor o período fértil, e mais fácil acertar o dia de namorar.

Podemos avaliar a ovulação pela temperatura, pois ocorre aumento desta na mulher no período fértil.

Para saber quando vai ocorrer esse aumento de temperatura, você precisa medi-la todos os dias, antes de sair da cama pela manhã. Claro, que se a mulher tiver uma infecção a avaliação daquele mês será prejudicada. No dia que você observar aumento da temperatura de 0,3ºC ou mais, este será seu período fértil.

Para ter certeza sobre qual o aumento que ocorre em você, o ideal é medir muitos meses para conhecer o seu corpo. Há casos de ovulação sem alteração da temperatura, ok? Então, não desespere se você não perceber essas alterações.

Ovulação

O kit de ovulação é uma ferramenta nova, que nem todos conhecem, uma praticidade da tecnologia. São aqueles kits que tem na farmácia. Faz-se xixi num potinho e coloca um palitinho (bem parecido com teste de farmácia de gravidez). Na caixa tem vários palitinhos, porque você deve começar a utilizá-los três dias antes do provável período fértil, e usar todos os dias até que ele fique positivo.

Neste dia você estará ovulando. Há especialistas que sugerem utilizar a primeira urina da manhã, outros sugerem a segunda urina da manhã e outros ainda sugerem que seja feita à noite.

Ficou fácil para a gente, né? Indiferente do momento do dia que você decidir usar, tente usar sempre o mesmo, ou seja, se for com a primeira urina da manhã, continue sendo a primeira urina da manhã, pelo menos nesse mês.

Outra forma de avaliar ovulação é pelo muco cervical. Para isso, você precisar colocar dois dedos dentro da vagina todos os dias, e quando você observar que o muco (secreção da vagina) está fazendo fios longos entre os dois dedos (filância), mais próximo do período fértil. Não preciso dizer que é um método cansativo e que pode sofrer alterações conforme corrimentos que podem aparecer.

O ultrassom de controle de ovulação é outra forma de observar se a mulher está ovulando ou não. São feitos três ou mais ultrassons, sendo o primeiro realizado a partir da metade do ciclo e outros repetidos a cada 2/3 dias para observar o folículo dominante ovular e formar o corpo lúteo (folículo após liberar o óvulo).

Seja qual for a forma que você utilizou para estimar o período fértil, tenha o máximo de relações sexuais neste período. Pelo menos uma vez ao dia, ainda que a quantidade de espermatozoides vá diminuir nos próximos dias, deve ter quantidade suficiente para ocorrer a fecundação. E divirta-se!!!! Essa fase pode ser um momento de descobertas sexuais entre você e seu parceiro!

Na próxima edição, vamos falar sobre causas de infertilidade. Ficou com dúvidas? Fale com seu médico, e se eu for sua médica, fale comigo. Mais informações no nosso Instagram @drajulianabizatto.

Referências bibliográficas: Ginecologia de Williams, 2 ed. 2014 | Propedêutica basal da infertilidade Conjugal. Protocolos Febrasgo. 2018

Dra. Juliana Bizatto

(CRM/SC 16684 | RQE 15232)

Endereço: Edificio Blue Chip: rua João Planincheck, 1990 - sala 501, bairro Jaraguá Esquerdo

Contato: (47) 3307 4853 | 9 9154 7387

Redes sociais: Facebook | Instagram