Imagem ilustrativa.
Imagem ilustrativa.

Sexualidade é sobre todas as formas de buscar prazer, sendo o sexo uma delas. Uma outra é o brincar. Brincamos por prazer desde que nos conhecemos por gente, e quando nos tornamos adultos e sexualmente ativos, as nossas brincadeiras mudam.

Infelizmente muita gente cresce e acaba esquecendo disso. Tudo fica muito sério, prático, repetitivo. Se esquece de fantasiar, de brincar de faz-de-conta, de usar brinquedos. Perdemos a oportunidade de experimentar todo um mundo de fantasias e sensações.

Muita gente eventualmente começa a se incomodar com a repetição e seriedade, especialmente as mulheres, e buscam nos sex shops formas de “apimentar” as coisas, comprando todo tipo de cremes, óleos, fantasias sexy, buscando formas de experimentar algo novo, e é sobre isto que quero falar hoje.

Experimentar coisas novas é ótimo, mas é preciso ter alguns cuidados. Alguns dos produtos mais comuns que se compram são químicos, como géis, óleos que esquentam ou esfriam ou apertam ou anestesiam. Infelizmente, produtos para uso sexual são pouco testados ou regulamentados, e alguns destes podem causar alergias e irritações. É importante que todos testem o produto numa área pequena do corpo com antecedência, para garantir que não haverá nenhuma reação ruim na hora errada.

Outro cuidado importante é com os géis anestésicos. Muita gente os usa para facilitar sexo anal, e embora possa diminuir alguma dor, também pode levar à falta de cuidado e a um machucado, já que a dor é uma sensação que alerta sobre um perigo. O ideal é usar muito lubrificante e ir com muita calma, além de treinar com objetos menores para se acostumar com a sensação, em vez de recorrer aos anestésicos.

Já os brinquedos em si, muitas vezes acabam ignorados. Algumas pessoas os veem como alguma ameaça ou indício de não ser suficientemente bom enquanto amante. É importante lembrar que um encontro sexual é muito mais do que uma interação entre um par de genitais. Tudo o que se faz é que define se existe química, e usar brinquedos que tragam orgasmos com tranquilidade pode ser um ótimo fator nessa equação.

Algumas mulheres só conseguem alcançar um orgasmo com a sensação de vibração, então incluir um vibrador é uma maneira de garantir que todos tenham orgasmos. Parceiros que se atentam para isso acabam por ser mais generosos.

Uma boa maneira de começar é com vibradores de uso externo, como os do tipo bullet, que é pequeno, barato, discreto e fácil de usar. Para aquelas que acharem as vibrações muito concentradas, um vibrador no estilo massageador, com uma ponta grande e macia que distribui as vibrações por uma área maior pode ser uma boa pedida. Dê preferência para brinquedos feitos com materiais não porosos, como silicone, aço cirúrgico ou vidro. Se possível, evite os materiais que podem reter resíduos, como plástico mole, cyber-skin ou “gel”, que além dos resíduos, podem conter produtos tóxicos.

Nunca é tarde para começar a experimentar, se descobrir, voltar a brincar.

Francisco Hertel Maiochi - Espaço Ciclos

Contato: (47) 3274-8937 | Instagram
Endereço: rua Coronel Procópio Gomes, 1575 - Jaraguá do Sul