Editorial OCP News
Editorial OCP News
Por Nelson Luiz Pereira - conselheiro editorial do OCP

Certamente ninguém ousaria sustentar que nosso trânsito jaraguaense é, de forma geral, educado. Em que pese alguns bons projetos e exemplos, a falta de educação ainda prepondera. Essa carência se revela no processo de desenvolvimento das cidades.

Historicamente, passamos dos limitados bondes, para a massificação dos automóveis. A urbanização nos impôs a pressa, e esta, a velocidade de locomoção, com os veículos cada vez mais seguros, confortáveis e inteligentes, prestes a voar.

No entanto, a educação não acompanhou, proporcionalmente, esta evolução. Por conseguinte, quanto mais velozes se tornam os veículos, mais vagarosamente nos locomovemos. Quanto mais seguros e inteligentes, mais vítimas são geradas, e o principal motivo é a falta de educação. Os índices de acidentes com feridos e mortes no trânsito, derivados da falta de educação sugerem, figurativamente, que estamos trafegando na contramão’ sem GPS e com faróis apagados.

Este é um custo social inadequado e irreparável, que atinge a todos. Urge tomarmos outra via, sinalizada com gestão pública visionária, leis mais rigorosas, fiscalização mais intensa e, sobretudo, muita educação e conscientização dos cidadãos.

Atenta para essa questão, a Prefeitura de Jaraguá do Sul, cedeu um amplo terreno para construção de uma Escolinha de Trânsito, que funcionará em parceria com Polícia Civil e Polícia Militar, prevista para operar no próximo ano.

A estratégia do projeto é fomentar a educação em sua base, tendo nas escolas o público alvo, como semente transformadora. Uma prova de que a educação sempre será a melhor e mais segura estrada a transitar.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul